10/03/17 - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: 10/03/17

10/03/2017

693 dias depois, Paulista pode voltar a ganhar três seguidas neste sábado

Por Thiago Batista – Esporte Jundiaí
Foto: Thiago Batista

O Paulista encara o São Carlos neste sábado, a partir das 18h no estádio Luizão, podendo derrubar uma escrita que dura 693 dias: não vencer três partidas seguidas no futebol profissional. O jogo válido pela 10ª rodada da primeira fase da Série A-3 do Estadual pode quebrar o tabu, já que a série de três vitórias seguidas foi registrada pela última vez entre 8 e 18 de abril na Série A-2. Na época o Tricolor venceu Monte Azul – em casa (2 a 1), o Catanduvense (3 a 1), em Jundiaí, e o Rio Branco, em Americana, no dia 18 de abril (3 a 2). Está série na verdade é de 4 jogos, pois começou em 4 de abril, quando o Galo venceu o Batatais, fora de casa, por 3 a 2.

Marcelo Vilella foi titular nas duas últimas vitórias do Galo.
Desde então o máximo que o Tricolor conseguiu foram duas vitórias seguidas, o que ocorreu nas duas primeiras rodadas da Copa Paulista de 2015, nas duas rodadas finais da primeira fase da Copa Paulista do ano passado e as duas últimas vitórias na Série A-3 deste ano.

Para o confronto deste sábado, o treinador Sérgio Caetano não terá o zagueiro Caldeira, capitão do time, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. No seu lugar, retorna Fabão, que havia perdido a vaga para Gut. Nas demais posições o time será o mesmo que venceu o Noroeste, em casa, por 3 a 0.

No São Carlos, o time busca se reabilitar, já que perdeu uma série de seis partidas sem saber o que era perder. O técnico Luiz Muller não contará com Leto, Bosco e Diego Lima, todos suspensos por cartão vermelho diante do Taboão da Serra. Em compensação terá a sua disposição as voltas do meia-atacante Rossini e do atacante Carlos Jr. O treinador faz mistério sobre quem iniciará o jogo e divulgará a equipe somente momentos antes do jogo.
Leia Mais ►

Série A-3: Árbitro de dois jogos no ano apita São Carlos e Paulista no sábado

Por Thiago Batista – Esporte Jundiaí
Foto: Thiago Batista (arquivo)

O sorteio da arbitragem para a 10ª rodada da Série A-3 do Campeonato Estadual definiu Marcos Silva dos Santos Gonçalves como árbitro da partida entre São Carlos e Paulista, neste sábado, no estádio Luizão. Ele terá como auxiliares William Rogério dos Santos e Leonardo Tadeu Pedro.

O árbitro, tem 43 anos, e vai apitar o seu terceiro jogo na temporada. Ele apitou um jogo da Copa São Paulo (Grêmio Osasco 1 x 0 Real Noroeste) em 6 de janeiro) e esteve atuando na 7ª rodada da A-3 no empate por um gol entre Nacional e Taboão da Serra.

Em 2015 ele apitou um jogo do Paulista: a vitória do Galo sobre o Grêmio Barueri por 1 a 0, em Taboão da Serra, pela 1ª rodada da Copa Paulista, sendo que o tento da vitória jundiaiense saiu através de um pênalti que ele marcou (Cajano sofreu a falta), no qual Augusto converteu na época.

Marcos Silva dos Santos apitou Barueri e Galo, em 2015.
Leia Mais ►

Jundiaiense de futebol society: Líderes dos grupos se enfrentam neste sábado


Por Thiago Batista – Esporte Jundiaí

Neste sábado ocorre a disputa da sexta rodada da primeira fase, com a disputa de oito partidas, entre elas, o confronto entre os líderes dos grupos A e B. Vila Ana e Paulista Soccer se enfrentam na quadra 1 do Rola Bola da Vila Rio Branco, a partir das 17h40. O Vila Ana lidera o grupo B com 13 pontos, enquanto o Paulista está na ponta do grupo A, com 15 pontos.  Os dois times já têm vaga garantida nos playoffs.

A rodada reserva um duelo curioso: os terceiros colocados das duas chaves, se enfrentam. O Moleque Travesso, com 10 pontos no grupo A, encara o Entre Amigos, que tem 12 pontos no grupo B. O jogo será às 15h40, na quadra 2.
Leia Mais ►

Copa Aramis Polli: Jogos atrasados serão disputados neste final de semana


Por Thiago Batista – Esporte Jundiaí

Quatro jogos atrasados darão encerramento a primeira fase da Copa Aramis Polli de futebol neste final de semana. A rodada começa no sábado com o duelo entre Grêmio Eloy e Grêmio JP, no campo do Eloy Chaves, às 16h. No domingo, três jogos, todos no Ovídeo Bueno, pela manhã: às 8h tem Eloyork e Grêmio Eloy, às 9h45 tem Asa Negra e República, e fechando a primeira fase, às 11h30 tem Favela e Bertioga.

A rodada define os dois últimos classificados. No grupo 2, o Eloyork e Grêmio Eloy podem tirar a vaga do Cem Perdão. Ambos precisam vencer os seus jogos que restam. O Cinco Estrelas, quarto colocado do grupo 4, pode garantir a vaga como melhor 4º colocado, mas ficará na dependência dos resultados da rodada, especialmente nos grupos 2 e 3.
Leia Mais ►

Copa Vila Arens de futsal terá disputa da última rodada entre sexta e domingo

Por Thiago Batista – Esporte Jundiaí
Foto: Divulgação – Organização do torneio

Neste final de semana ocorre a disputa da última rodada da segunda fase das Séries Ouro e Prata da Copa Vila Arens de futsal. A jornada da Prata começa na sexta e termina no domingo, enquanto na Ouro os jogos serão todos no sábado. O confronto Balaco Baco e Paiol Veio programado para esta rodada foi cancelado, já que as duas equipes pediram licença do torneio, por não reunirem chances de classificação, computado um w.o. de empate sem gols a ambas as equipes.

Asp-fut estará em ação neste sábado.
Leia Mais ►

SPFL apresenta equipes (entre eles os Ocelots) e diretrizes para 2017

Por Futebol Americano Brasil
Foto: Futebol Americano Brasil

Na noite da última terça-feira (7/mar), os dirigentes da São Paulo Football League (SPFL) anunciaram de forma oficial a segunda edição do Campeonato Paulista. Em coletiva de imprensa realizada na Zona Sul de São Paulo, foram anunciados os dez times que disputarão o Troféu Landmark em 2017.


Diferente da edição de 2016, três equipes ingressam no torneio, enquanto uma sai. Este ano haverá a ausência do Botafogo Challengers, que passa por uma reformulação do elenco. Entram Mooca Destroyers, Jundiaí Ocelots e Diadema Underdiamond – a união de São Paulo Underdogs e Diadema Diamond.

A temporada regular contará com 20 partidas. De acordo com os gestores da competição, a fórmula adotada tem como base trazer o maior número de fãs às partidas. Também foi levado em conta o aspecto técnico para não se perder torcedores e perda da qualidade do produto. “Tentamos equilibrar os jogos de uma forma que fique melhor para o público e possamos ter uma quantidade maior da presença de fãs, porque o evento é o mais importante para a SPFL”, disse o presidente do Tsumani, Junior Antonio Soares.

A liga promete reduzir a enorme quantidade de migração de atletas para outras equipes. Foi definido um regulamento que irá controlar este quesito dentro do estado de São Paulo. “Nós determinamos que as transferências sejam realizadas em duas janelas, durante os meses de janeiro e julho. A maior preocupação da liga é: cuidar para que todos os times existam. Baseado neste pensamento, nós não queremos e não deixamos que nenhum time se cresça as custas do outro. O número máximo de transferência é de dois atletas por janela. Cada movimentação de trocas será cobrada uma taxa pela Liga. A ideia é que o dinheiro também custeie o próprio campeonato”, explicou Antonio.

Os custos para execução do campeonato foram pensado pelas dez equipes participantes. Uma vez que a edição de 2016 foi deficitária pela baixa procura dos torcedores na compra de ingressos. “A SPFL custa em torno de R$ 250 mil para fazer. A Landmark Náutica é o nosso patrocinador master e entrou com uma lancha no valor de R$ 70 mil, mas ainda não vendemos a lancha. O campeonato também é custeado pela venda de ingressos”, disse o presidente dos Steamrollers, Ricardo Trigo.

Na competição, os clubes foram divididos em duas chaves de cinco, onde cada um atuará em quatro partidas de turno único. Os campeões de divisão avançam direto à semifinal, enquanto que os segundos e terceiros disputam os wildcards. A competição terá 25 confrontos ao todo. Os Ocelots estão no grupo B que tem Corinthians Steamrollers, Diadema Underdiamond, Palmeiras Locomotives e São Paulo Storm. No grupo A estão Lusa Lions, Mooca Destroyers, Ponte Preta Gorilas, Santos Tsunami e São Caetano Blue Birds.


Leia Mais ►

Sub-15 e 17 do Paulista vencem jogos preparatórios para o Estadual de base

Por Thiago Batista – Esporte Jundiaí
Foto: Divulgação – Paulista Soccer Center

As categorias sub-15 e 17 do Paulista disputaram nesta quinta-feira, em Vinhedo, jogos preparatórios, contra Jaguariúna, na sua preparação para o Campeonato Estadual de futebol de base. O rival foi justamente, um dos adversários na 1ª fase da competição: Jaguariúna. O Tricolor venceu as duas partidas: 4 a 1 no sub-17 e 4 a 2 no sub-15.

Sub-15 do Paulista venceu amistoso.
Segundo Moisés Nunes, coordenador das categorias de base do Galo, o confronto do sub-17 foi bastante equilibrado no primeiro tempo, com o placar no intervalo registrando 1 a 1. No segundo tempo, a equipe jundiaiense conseguiu mostrar o seu futebol, e venceu por 4 a 2. No sub-15, o Paulista saiu perdendo por 2 a 0 no primeiro tempo, com seu time mais experiente. Mas na etapa final, com seis atletas do 1º ano da categoria, o Galinho marcou 4 gols, e venceu de virada, por 4 a 2.

Os times sub-15 e 17 antes haviam disputados jogos-treinos contra seleções de Louveira e Jordanésia. No Estadual, as duas categorias conheceram seus rivais após o amistoso. Além de Jaguariúna e Galo, o grupo 5 tem as presenças de Ponte Preta, Amparo, Brasilis – de Águas de Lindóia, Bragantino, Mogi Mirim e Red Bull Brasil. O torneio tem inicio previsto para 8 de abril. A Federação ainda não divulgou a tabela.
Leia Mais ►

FPF divulga grupos da 1ª fase do Estadual sub-15 e 17. Paulista está no grupo 5

Por Thiago Batista – Esporte Jundiaí
Foto: Divulgação – Paulista Soccer Center

A Federação Paulista de Futebol divulgou na noite da última quinta-feira os grupos da primeira fase do Campeonato Estadual sub-15 e 17. O Paulista mais uma vez estará presente na competição, e fará parte do grupo 5. Os seus rivais na fase de classificação são Ponte Preta, Amparo, Brasilis – de Águas de Lindóia, Bragantino, Jaguariúna, Mogi Mirim e Red Bull Brasil. O torneio tem inicio previsto para 8 de abril. A Federação ainda não divulgou a tabela.

Categoria sub-17 do Paulista terá Rodolfo Servadio como técnico.
A competição no total tem 72 equipes, que na primeira fase foram divididas em 9 grupos com 7 ou 8 participantes. Pelo regulamento, os times na fase classificatória se enfrentam dentro da chave em turno e returno. Se classificam a segunda fase, os três primeiros de cada um dos grupos e os cinco melhores 4º colocados entre as nove chaves.

Na segunda fase, os 32 classificados, serão divididos em 8 grupos de 4 times, se enfrentando dentro da chave, em turno e returno, com os dois primeiros de cada chave avançando a terceira fase. A terceira fase terá os 16 qualificados, divididos em 4 grupos de 4 times, se enfrentando em dois turnos, com os dois melhores de cada grupo, avançando aos playoffs. As fases de quartas de final, semifinal e final serão disputadas em confrontos de ida e volta. Os dois jogos da decisão estão programados para os dias 18 e 25 de novembro.

Ano passado, a categoria sub-15 do Paulista foi eliminada ainda na primeira fase, enquanto o sub-17 do Galo conseguiu chegar a segunda fase, quando foi eliminado. Nesta temporada, as duas equipes já estão treinando desde o começo de fevereiro. A categoria sub-15 será comandada por Valter Lopes, enquanto o sub-17 terá Rodolfo Servadio como treinador.
Leia Mais ►

Paulista acerta com atacante Adelino e o goleiro Stivione e fecha a lista de inscritos

Por Thiago Batista – Esporte Jundiaí
Foto: Site O Gol

O Paulista acertou os dois últimos jogadores que estarão atuando na Série A-3 do Campeonato Estadual. O clube trouxe o atacante Adelino, de 22 anos, que pertence ao São Paulo. O jogador veio por empréstimo.  Ano passado, ele atuou emprestado ao Batatais, na Série A-2. O time também contratou o goleiro Stivione (também conhecido como Stivi), de 36 anos, que na temporada passada defendeu o Vocem, de Assis, na 4ª divisão do Estadual. O arqueiro foi um pedido do treinador Sérgio Caetano. Com isso, o Paulista fecha a lista de 28 inscritos para a Série A-3 do Estadual. 

Adelino vem por empréstimo, junto ao São Paulo. 
Os reforços
Stivione Souza Rodrigues, tem 36 anos, também conhecido como Stivi, e é natural de Clementina, interior de São Paulo. O goleiro começou a rodar o futebol do interior paulista e do Centro-Oeste a partir de 2009, quando defendeu o Comercial de Ribeirão Preto, onde ficou em 2010. Em 2011, defendeu o Fernandópolis, o conhecido FFC. Em 2012 jogou no Mato Grosso do Sul, primeiro no Comercial de Campo Grande, e depois no Novoperário – onde ficou até 2013. Em 2014 retornou ao Fernandópolis e ano passado defendeu o clube de Assis.

Adelino da Silva Pereira Cirqueira, tem 22 anos, e é natural de Atibaia. O jogador começou nas categorias de base do Guarani, em 2011, onde ficou até 1º semestre de 2012, quando se transferiu de forma polêmica ao São Paulo (após atuar uma partida no time profissional do Bugre). Adelino ficou na base do Tricolor até 2014, quando começou a ser emprestado. No 1º semestre de 2014 atuou no Noroeste de Bauru. No 2º semestre foi emprestado ao Portimonense, de Portugual, onde ficou por uma temporada da Europa. Ano passado, ele defendeu o Batatais, também por empréstimo, e estava treinando no São Paulo nos últimos dias.

O atacante do Nordeste não veio
O Paulista pretendia trazer o atacante Jânio, que está atuando no Parnayba, que já passou por clubes como a base do Atlético Paranaense, o Coritiba e Portuguesa. A negociação estava bem adiantada com o atleta, mas o jogador não conseguiu se desligar do clube piauiense. Ano passado, Jânio atuou no Monte Azul e este ano atuou já em dois clubes: Serra Talhada, do Pernambuco, e no Parnayba, do Piaui. E os números deles na temporada são bons: anotou 5 gols em 12 partidas na temporada.

Leia Mais ►

Tabelas


Temas