Copa São Paulo: Motor sofre pênalti, mas Jordan salva Red Bull e leva time adiante - Esporte Jundiaí

12/01/2018

Copa São Paulo: Motor sofre pênalti, mas Jordan salva Red Bull e leva time adiante


O Red Bull está na fase de decima-sextas de final da Copa São Paulo de futebol junior. Mesmo com Volta Redonda tendo um Motor forte pela frente, a Jordan do Touro apareceu na hora certa para segurar o 1 a 0 e levar o time de fase na Copinha. A partida ocorreu na tarde desta sexta-feira no estádio Jayme Cintra. Na próxima fase, o Red Bull Brasil encara o ganhador de Itapirense e Avaí, que jogam nesta sexta-feira, às 18h, em Itapira. Como uma corrida maluca da Fórmula 1 o próximo jogo do Red Bull será no domingo, em local ainda a ser definido.



O primeiro tempo começou estudado, sem as duas equipes levar perigo ao gol adversário. O Red Bull no seu 3-4-3 tinha mais posse de bola. Mas o Voltaço no 4-4-2 levava perigo nos contra-ataques. Mas o gol somente saiu aos 42 minutos do primeiro tempo. O centroavante Amarildo recebeu de costas para o gol, fez um belo giro sobre o zagueiro Roger e na finalização tirou do goleiro Avelino: 1 a 0, Red Bull. 



No segundo tempo, atletas com nomes curiosos entraram no Red Bull: Seis Dedos e Motor. E o atacante Motor aos 25 minutos desceu em alta velocidade pela esquerda e só foi brecado dentro da área por Gazal na área. Pênalti marcado. Felipe cobrou para o Voltaço, mas havia um Jordan no gol. E Jordan fez a defesa da penalidade, salvando o Red Bull e levando o time de futebol e não a equipe de Fórmula 1 para as decima-sextas de final. 




Red Bull Brasil 1 x 0 Volta Redonda
Red Bull Brasil: Jordan; Caique, Gazal e Braian Machado; Urias, Tito, Natam e Théo; Danilo, Vitor e Amarildo. Técnico: Gustavo Almeida. Entraram: Nhayson, Matheus Moreira, Martinelli, Bocchino, Lucas Nathan e Wallisson.

Volta Redonda: Avelino; Júlio César, Roger, PV e Leandro; Bodão, Guilherme e Bam Bam; Jô, Caio Vitor e Gabriel Telles. Técnico: Neto Colucci. Entraram: Marcinho, Santiago, Felipe, Motor, Walter e Seis Dedos.

Gol: Avelino, aos 42min 1°T
Cartão vermelho: Felipe (Volta)

Arbitro: Hemerson Jose Nicoli de Campos
Assistentes:  Edivaldo Pereira da Silva e Leandro Alves de Souza