Clubes desejavam reunião nesta 5ª com a LJF. Entidade quer reuniões separadas - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Clubes desejavam reunião nesta 5ª com a LJF. Entidade quer reuniões separadas

21/02/2018

Clubes desejavam reunião nesta 5ª com a LJF. Entidade quer reuniões separadas



Cerca de 20 clubes das Séries A e B do Campeonato Amador da Liga Jundiaiense de Futebol gostariam de uma reunião nesta próxima quinta-feira com a entidade para discutir a estrutura do futebol amador, especialmente organização e regulamento. Mas a entidade preferiu reuniões separadas, com todos os clubes de cada divisão, mas especialmente apenas com os times de cada série.

“Essa é uma reunião a pedido das equipes, a Liga tem que atender aos seus associados. A gente deseja saber calendário, campos, regulamentos e outras coisas: A Liga tem que se pronunciar oficialmente. Apesar da reunião ter sido desmembrada, a pauta continua a mesma. Essas reuniões só estão ocorrendo em virtude da pressão que foi feita”, disse Vinícius Pontes, diretor de planeamento do Real Doze, um dos clubes que gostariam da reunião.

Segundo Serginho Aguiar, presidente da Liga Jundiaiense de Futebol, os times que pediram a documentação, não acertaram a documentação necessária neste momento, e estão atrasados. “90% dos times que pediram a reunião não trouxeram documentos na Liga. Querem fazer reunião com pauta, vamos fazer. Mas ninguém vai me pautar, ninguém, ninguém vai. Nem a imprensa vai nos pautar. Quando a jeripoca pirou, nos que carregamos este campeonato no braço, recebendo críticas homéricas, para depois o pessoal falar que o campeonato de Várzea Paulista foi melhor que Jundiaí. Francamente o campeonato foi excelente, os clubes tiveram uma maturidade imensa. O que não dá as pessoas fazer movimentos, quando os clubes não cumprem papel deles. Time de futebol que não tem documento, não existe”, disse Serginho Aguiar, em conversa com a reportagem do Esporte Jundiaí, no começo da noite da terça-feira, já falando sobre a intenção da Liga, de fazer reuniões separadas com os times de cada divisão, e não uma reunião conjunta na quinta-feira. Os documentos que Serginho Aguiar se refere, são as fichas de inscrição dos atletas para participar do campeonato.

O comunicado da Liga é que haverá na próxima segunda-feira uma reunião com os clubes participantes da Série B, e na quarta-feira (28/fev) com os times da Série A, sempre às 19h. Para o presidente da Liga, Serginho Aguiar, a reunião não poderia ser realizada, especialmente com os times da Série B, já que há clubes que não entregaram as fichas de inscrições de atletas, que se encerrou na segunda-feira passada. Segundo a entidade, 17 times dos 36 participantes ainda não entregaram os documentos. Para a Série A o prazo é a próxima segunda-feira para entrega das fichas.  “Lembrando a todos que o processo do Amador junto a Prefeitura já está tramitando, mas precisamos esperar estes prazos para sabermos o total de clubes aptos a participarem destes campeonatos. As formulas de disputas das duas divisões já foram publicadas inclusive com os sorteios de grupos”, informou a Liga em comunicado, já nesta quarta-feira.

Serginho Aguiar disse que pretende a Série B do Amador começar na 2ª quinzena de março e a Série A na 2ª quinzena de abril. A Liga Jundiaiense disse que pediu para este ano de 8 a 10 campos de centros esportivos a Prefeitura para utilização do Campeonato Amador. “Mas já tivemos uma época, com fechamento, tivemos que alugar dois campos. Desde que aumentou, está no planejamento da Liga. Estamos pedindo de oito a dez campos para 1ª e 2ª divisão. Se tivemos algum problema, alugamos os Vicentinos e alugamos outros campos também. Campos para todos os jogos teremos. A não ser que a Prefeitura dê apenas quatro, mas acreditamos que não farão isso, pois fizemos o planejamento”.

Sobre regulamento, uma minuta será apresenta aos clubes nas reuniões de segunda-feira – para Série B e quarta-feira da Série A. ‘A única coisa que não será modificada e a fórmula de disputa, que a Liga já soltou, pois ocorreu sorteio de grupos. O resto pode ser modificado, como questão de punição, inscrição de atletas podem alterar. Itens podem ser acrescentados também”.

Alguns clubes reclamaram sobre a Copa Cidade de Jundiaí, que será organizada pela entidade. Grupos já foram divulgados, mas a competição que era para ter começado em janeiro, segundo os times, até agora não teve seu início. Serginho, explicou a reportagem do Esporte Jundiaí sobre a competição na visão da Liga: “Se houver um cancelamento, a gente chama os times e devolve o dinheiro. Semana passada não tinha condição de campo, em função das chuvas. Mas sem documentos não tem campeonato. Sem times não tem campeonato. Como faz um campeonato com os times sem documentação? Isso só reflete a desorganização dos clubes. A competição não pode coincidir com o Amador, pois é um tiro curto. São 18 clubes. São quatro jogos, não pode coincidir com o Amador. Se coincidisse, eu adiaria, tenho janelas. Eu posso começar o Amador da 1ª divisão em junho e terminar em novembro. Quando achavam que não daria tempo, deu, apesar da torcida contrária. E deu. Alguém vai falar que tive sorte: não foi, tivemos planejamento”.