Header AD

27 de março de 2018

Jundiaiense Táynna Cardoso projeta título mundial do boxe em dois anos



Embora estreante no boxe profissional, mas com um cartel de mais de 200 lutas amadoras e muita experiência no ringue, a jundiaiense Táynna Cardoso, de 29 anos, atleta do Nacional, tem pressa. Projeta para daqui a dois anos nada menos do que a disputa de um título mundial. Para isso, precisa passar por Simone Duarte no dia 7 de abril, no Bolão. A partir daí, fará mais duas defesas de título e vai partir para o Sul-Americano, passo decisivo para a conquista do mundo.

“Eu me dedico ao boxe há muito tempo. Fiz muito pelo boxe amador brasileiro, inclusive ficando a um passo de disputar a Olimpíada no Brasil, que nunca entendi porque não fui escolhida para representar o País. Agora, não posso perder tempo no profissional”, afirma com a convicção de uma campeã.


Plano é lutar mais uma vez no Bolão
Mesmo sabendo que o desafio contra a experiente Simone Duarte, de 31 anos, será complicado, Táynna faz planos ousados. “Chegou a hora de partir para uma luta profissional e, como o título está vago, resolvi disputar o cinturão brasileiro. Enfrentar a Simone vai ser excelente, porque é lutadora experiente e muito dura. Tenho certeza que será um grande espetáculo para o jundiaiense, que poderá ver uma luta de boxe de alto nível."

Se tudo correr dentro do planejado pela atleta, Táynna ainda fará mais duas lutas esse ano, neste caso defendendo o cinturão que espera ganhar. “Nosso planejamento é esse. Quero lutar novamente no Bolão, diante de nosso torcedor. E, em breve, se tudo correr bem, disputar títulos internacionais.


Noitada de boxe
O Bolão, maior palco do esporte jundiaiense, vai viver uma noitada de boxe no próximo 7 de abril com a disputa de dois títulos, um nacional e outro internacional, e a promessa de muita adrenalina. Ao todo serão sete confrontos com início às 17 horas e a última luta prevista para as 21 horas. No principal duelo da noite, Patrick Teixeira, de Santana do Parnaíba, enfrenta Davi ‘El Loco’ Eliasquevici, de Santa Catarina, valendo o título latino americano dos supermeio-médios pela Organização Mundial de Boxe (OMB).


A programação de 7 de abril
 -Supergalo – Hugo Paiva da Silva x Tiago Vieira Saraiva
- Médio – Lucas Veloso Araujo x Janio Carvalho Santos
- Superpena – Helio Florentino Moura Junior x Wendel Rafael da Costa Santos
- Supermédio – Rogério Pereira x Jonathan Santos de Souza
- Superpena – Agnaldo Nunes Magalhães x Lucas de Oliveira da Silva
- Pena – Táynna Cardoso x Simone Duarte
- Supermeio-médio – Patrick Teixeira x Davi Eliasquevici.

Popó presente
O tetracampeão mundial de boxe, Acelino Popó Freitas, será o convidado de honra tanto para a pesagem do dia anterior ao evento, no Hotel Íbis, em Jundiaí, quanto para as lutas, no dia 7 de abril.  “Vai ser uma grande noitada de boxe. A Simone Duarte é top no boxe feminino, assim como a jundiaiense Táynna. Na luta masculina, Davi El Loco, Patrick Teixeira, uma galera fera do boxe brasileiro. Faço questão de prestigiar”, comentou o atleta, agora aposentado e vivendo na Bahia. “Sem contar que quem está organizando é meu amigo Lino Barros, um grande pugilista, que tem todo o meu respeito.”

Ingressos
Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente em vários pontos espalhados pela cidade e região. O valor é R$ 30 (meia-entrada) para arquibancada, R$ 35 para cadeiras e R$ 50 para área vip (dentro da quadra), sempre acompanhado de um quilo de alimento não-perecível.

Postos de venda
Jundiaí – Centro de Lutas Academia Jr, Droga Centro, Frank Multimarcas, Galheta Jundiaí, Lojas Barrage Centro e Maxi Shopping, MMA House e Perfeita Forma
Campo Limpo Paulista – Galheta e Morbidelli
Franco da Rocha – Rodrigo Breves

Fotos: Divulgação
Jundiaiense Táynna Cardoso projeta título mundial do boxe em dois anos Jundiaiense Táynna Cardoso projeta título mundial do boxe em dois anos Reviewed by Thiago Batista on março 27, 2018 Rating: 5