#Atletismo – Três conquistam vaga por Jundiaí para os Abertos. Mas apenas duas competem - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: #Atletismo – Três conquistam vaga por Jundiaí para os Abertos. Mas apenas duas competem

25/05/2018

#Atletismo – Três conquistam vaga por Jundiaí para os Abertos. Mas apenas duas competem



O atletismo do Time Jundiaí nestes cinco primeiros meses do ano teve três atletas conquistando vaga na marcha atlética de 3km nos Jogos Abertos do Interior. Mas apenas duas delas podem competir nos Regionais, segundo o regulamento da competição, o que deixou o treinador Robson Mian em uma situação de definir quais serão as duas atletas a competir nos Abertos, em setembro, em Rio Claro, mas também em julho nos Regionais de Cerquilho, Boituva e Tatuí. E já definiu as atletas.

Thaissa Gabrielle

Quem conquistou vaga
Em 5 de maio, as atletas Thaíssa Gabrielle, Gislaine de Sá e Maria do Carmo conquistaram a vaga nos Jogos Abertos, na prova da marca atlética, em competição na cidade de Campinas. A mais jovem das marchadoras, Thaíssa Gabrielle fez o tempo de 18min36. Maria do Carmo fechou a prova em 19min. Gislaine de Sá terminou a prova com o tempo de 19min46. O índice para a marcha atlética feminina é de 22min30seg.

Maria do Carmo
E a decisão
O treinador de Jundiaí já tomou a decisão de quais serão as duas marchadoras nos Jogos Abertos do Interior e Jogos Regionais. Irão competir pela equipe jundiaiense as atletas Thaíssa Gabrielle e Maria do Carmo. Mian explicou a decisão. “A Gislaine irá competir também, mas no heptatlo, onde irá buscar o índice nos Regionais. Mas a Gislaine treinou para conquistar o índice. E o heptatlo é uma prova desgastante. Lembrando que cada atleta pode competir em quatro provas, exceto que disputa heptatlo no caso das mulheres e do decatlo no caso dos homens que podem competir em três provas.”, disse.

Gislaine
Para Mian, Thaissa e Maria do Carmo tem chances de medalha de ouro na marcha nos Regionais e de conquistar medalhas nos Jogos Abertos. As duas terão ainda outras provas para competir. Thaissa irá nos 800m, 1.500m e nos 5.000m – no qual é especialista. Maria também irá na prova dos 5km.


Decisão aprovada
Gislaine de Sá entendeu a escolha e a decisão de Robson Mian sobre a marcha atlética. “Eu não fico chateada. Abri mão. Em nome da equipe e também pelo heptatlo. Se pegar o índice, ficaria numa reserva”, disse a atleta, que conta que a prova da marcha é desgastante. “A prova é desgastante e é no 2º dia que ocorre o heptatlo, podendo atrapalhar o heptatlo, pois eu ficaria lenta para o salto com vara, que vem logo em seguida a prova da marcha, que é uma prova de resistência, enquanto o salto é uma prova de velocidade’, contou ela, que é também esposa de Robson Mian, que deseja conquistar índice no heptatlo para ir ao seu 4º Abertos. Regionais este ano será o 9º.


A novata
Thaiss Gabrielle desde o ano passado está treinando na marcha atlética conquistando resultados expressivos. Além do índice para os Jogos Abertos, ela disputará também o Troféu Brasil na prova de 20km. Será a 1ª vez de Thaissa em uma edição de Jogos Abertos. “Sou medrosa e sempre fui assim”, disse, com medo dos trotes que pode passar por ser caloura.

Mas ela tem metas já para os Regionais. “Quero melhorar meu tempo nos 20km, conquistar medalhas nos Regionais na marcha, e ajudar também a equipe a somar pontos na classificação da modalidade”, contou. Thaissa gostaria que a sua companheira de equipe pudesse participar da prova, se fosse permitido. “Dói um pouco não ter as três juntas por conta do regulamento. Ela conseguiu o índice para a prova”.


Fotos: Divulgação – Time Jundiaí