#SemJogo – Liga Jundiaiense de Futebol cancela rodada do Amador. Efeito: greve - Esporte Jundiaí

25/05/2018

#SemJogo – Liga Jundiaiense de Futebol cancela rodada do Amador. Efeito: greve



A rodada deste final de semana das Séries A e B do Campeonato Amador de Jundiaí estão adiados, devido aos reflexos com a greve dos caminhoneiros, que está deixando o país em um caos especialmente na questão dos combustíveis, dificultando o deslocamento normal da população. Com isso, os jogos deste final de semana serão reprogramados.

A Liga diz que não foi a greve a responsável e sim por apenas centros esportivos terem condições de atender. O gestor de esportes, Luiz Trientini, confirmou a reportagem do Esporte Jundiaí, que apenas alguns centros esportivos estarão a disposição e por isso deixou na mão da Liga Jundiaiense a opção de ter rodada ou não. Para a prática de futebol nos centros esportivos estariam apenas abertos o Dal Santo, Aramis Polli e Romão de Souza. Neste final de semana a Prefeitura irá liberar alguns centros esportivos de forma regionalizada.

Na Série A a rodada deste final de semana passou para semana que vem (3 de junho). Na Série B a disputa da 5ª rodada agora será a última, sendo disputada após a 9ª rodada.

O comunicado da Liga
"Tendo em vista os problemas extra campo, e tendo apenas três centros esportivos, com reais condições de atender a demanda do futebol amador,  a Liga Jundiaiense de Futebol  esta cancelando  todas as partidas deste final de semana, ficando assim para o dia 3 a segunda rodada da primeira divisão. Na segunda divisão,  a rodada deste domingo ficara sendo a última"

Greve de caminhoneiros e seus reflexos
Nesta sexta-feira, a greve de caminhoneiros chegou ao seu 5º dia e causa reflexos pelo país, como a falta de combustível nos postos de gasolina e nos reservatórios das empresas que se utilizam de veículos. A Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), que representa motoristas autônomos –a paralisação não envolve veículos fretados, afirmou nesta quinta-feira, que as paralisações e protestos que acontecem pelas estradas do país Brasil serão suspensos se o governo retirar a PIS/Cofins e a Cide incidentes sobre os combustíveis e a medida entrar oficialmente em vigor. Na noite de quinta-feira, o governo federal e representantes de alguns grupo e associações de caminhoneiros anunciaram proposta para suspender a greve por 15 dias, mas como se observa, a medida não foi aceita pela maioria da categoria.

Reflexos em Jundiaí
Desde quinta-feira, em Jundiaí, há redução de 40% da frota de ônibus da cidade, de acordo com a Unidade de Gestão de Mobilidade e Transporte. Com isso os horários de pico sofrerão alterações, porém, priorizados para o atendimento da população no retorno para casa.   Também foram suspensas as aulas em todas as escolas municipais de Jundiaí nesta sexta-feira. Em razão do desabastecimento de combustível, foi interrompido a coleta de lixo domiciliar e seletiva. Apesar de tudo, a Unidade de Gestão de Promoção da Saúde mantém a distribuição de estoque de vacinas para as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) bem como o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e o Serviço de Atendimento a Pacientes Especiais e Crônicos (Saec) de forma priorizada para garantir assistência à população.

Reflexos no transporte público da região
A Rápido Luxo Campinas informou que, por conta da greve dos caminhoneiros, o serviço de transporte das linhas municipais e intermunicipais foi paralisado nesta quinta-feira, a partir das 19h, sem previsão de retorno. De acordo com a empresa, não há mais óleo diesel para que os veículos sigam operando. Com isso não há transporte intermunicipal nas cidades da região jundiaiense.