#VaiTer? – Greve dos caminhoneiros e falta de gasolina por enquanto não adia o Amador - Esporte Jundiaí

24/05/2018

#VaiTer? – Greve dos caminhoneiros e falta de gasolina por enquanto não adia o Amador



O Brasil está vivenciando nestes dias a greve dos caminhoneiros que está trazendo reflexos no país, com a falta de combustível nos postos de gasolina e nos reservatórios das empresas que se utilizam de veículos. Apesar do colapso que o país pode entrar no final de semana, no momento a rodada do Campeonato Amador de futebol em Jundiaí está mantida pela Liga Jundiaiense de Futebol.

A opinião da Liga
O Esporte Jundiaí conversou no horário do almoço com o presidente da Liga Jundiaiense de Futebol, Serginho Aguiar, sobre qual a possibilidade de não se ter rodada do Amador de Jundiaí no domingo, por enquanto é quase zero.  “Acredito que até sábado a situação nos postos se normalize. Não existe de aventar possibilidade de adiar qualquer rodada. Mesmo que a greve persista, teremos alguns problemas ocasionais. A arbitragem já temos esquema montando com gente de São Paulo, e de último caso a gente faria a substituição colocaria árbitros da nossa região. Mas estamos acompanhando este caso com bastante tranquilidade. Mas hoje a chance de adiar a rodada é praticamente zero”, contou o presidente.

Greve de caminhoneiros e seus reflexos
Nesta quinta-feira, a greve de caminhoneiros chegou ao seu 4º dia e causa reflexos pelo país, como a falta de combustível nos postos de gasolina e nos reservatórios das empresas que se utilizam de veículos. A Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam) , que representa motoristas autônomos –a paralisação não envolve veículos fretados, afirmou nesta quinta-feira, que as paralisações e protestos que acontecem pelas estradas do país Brasil serão suspensos se o governo retirar a PIS/Cofins e a Cide incidentes sobre os combustíveis e a medida entrar oficialmente em vigor.

Os caminhoneiros fazem bloqueios em rodovias federais em mais de 40 cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Minas Gerais e Espírito Santo. O movimento grevista permite a passagem apenas de carros, ônibus e ambulâncias

Na noite de quarta-feira, a Câmara dos Deputados aprovou, em votação simbólica, o projeto que elimina a cobrança de PIS-Cofins sobre o diesel até o fim de 2018. A proposta ainda precisa ser analisada pelo Senado, antes de seguir para a sanção presidencial.

Reflexos em Jundiaí
A partir desta quinta-feira, no período da tarde, haverá redução de 40% da frota de ônibus da cidade, de acordo com a Unidade de Gestão de Mobilidade e Transporte. Com isso os horários de pico sofrerão alterações, porém, priorizados para o atendimento da população no retorno para casa.  A Prefeitura de Jundiaí também definiu a não utilização dos carros da frota oficial de veículos leves para agendas administrativas a serem cumpridas pelos funcionários. A medida é necessária para priorizar o atendimento para alguns serviços essenciais prestados à população (Saúde, GM e Corpo de Bombeiros).

Como resultado disso, a Unidade de Gestão de Promoção da Saúde mantém a distribuição de estoque de vacinas para as Unidades Básicas de Saúde bem como o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e o Serviço de Atendimento a Pacientes Especiais e Crônicos de forma priorizada para garantir assistência à população.Com relação aos medicamentos distribuídos para as UBSs, somente o Ibuprofeno gotas tem entrega prevista para a segunda quinzena de maio, e, caso a restrição aos combustíveis continue, poderá ocorrer problemas com a entrega por parte da distribuidora.