#4ªDivisão – Regulamento geral diz que Atlético de Mogi poderá ser responsável pelos prejuízos - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: #4ªDivisão – Regulamento geral diz que Atlético de Mogi poderá ser responsável pelos prejuízos

08/07/2018

#4ªDivisão – Regulamento geral diz que Atlético de Mogi poderá ser responsável pelos prejuízos

Portão onde deveria entrar a delegação do Atlético de Mogi. Não apareceu ninguém

Quem se sentiu prejudicado pela não realização da partida entre Paulista e Atlético de Mogi, na manhã deste domingo, às 10h da manhã, no estádio Jayme Cintra, pela última rodada da primeira fase da 4ª divisão do Paulistão, poderá cobrar o ressarcimento pelo prejuízo ao Atlético de Mogi. É o que diz o regulamento geral das competições no Artigo 30, parágrafo 5º.
“§ 5º - O Clube ausente será obrigado a indenizar todos os prejuízos causados pelo seu não comparecimento”, está descrito no regulamento geral das competições. Até às 13h30 não havia informação do porque o Atlético de Mogi simplesmente não compareceu a Jundiaí.

Durante toda a manhã que esteve no estádio Jayme Cintra, a reportagem do Esporte Jundiaí não presenciou nenhum dirigente do clube de Mogi no estádio. Representantes da Federação não conseguiram falar com alguém do clube de Mogi. Diretores do Paulista não tentaram contato com o clube de Mogi, já que na quarta-feira, o clube havia confirmado a partida, inclusive informando que teria equipe médica para o jogo.

O que diz o regulamento geral das competições quando uma equipe não comparece
Art. 30 - Cada Clube, no mínimo, 45 (quarenta e cinco) minutos antes do horário marcado para o início da partida, deverá afixar na porta de seu vestiário e entregar a escalação de seus jogadores, que deverá ser preenchida através do sistema on line da FPF, http://extranetclube.fpf.org.br, devidamente assinada pelo respectivo capitão, a um dos componentes da equipe de arbitragem (árbitro, árbitros assistentes ou quarto árbitro), sob pena de multa administrativa, sem prejuízo de outras sanções aplicáveis pela JD.

§ 1º - Se apenas uma das equipes comparecer no horário regulamentar para disputar uma partida, seus integrantes deverão preencher a súmula e apresentar-se ao árbitro, em campo, devidamente uniformizados e portando os respectivos cartões de identificação.
§ 2º - A equipe que não se apresentar em campo até 10 (dez) minutos antes do horário marcado para o início da partida ou até 2 (dois) minutos antes do horário marcado para o reinício, ficará sujeita a multa administrativa, sem prejuízo de outras sanções aplicáveis pela JD.

§ 3º - Se o atraso for superior a 20 (vinte) minutos do horário marcado para o início ou reinício da partida, a ausência de qualquer das equipes acarretará a não realização ou a não complementação da mesma, sendo declarada vencedora por W.O. a que estiver presente, a menos que de outra forma decidido pela JD.
§ 5º - O Clube ausente será obrigado a indenizar todos os prejuízos causados pelo seu não comparecimento.

O que diz o Código Brasileiro de Justiça Desportiva em casos de times que não aparecem em campo
Art. 203 - Deixar de disputar, sem justa causa, partida, prova ou o equivalente na respectiva modalidade, ou dar causa à sua não realização ou à sua suspensão.

PENA: multa, de R$ 100,00 (cem reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais), e perda dos pontos em disputa a favor do adversário, na forma do regulamento.

§ 1º A entidade de prática desportiva também fica sujeita às penas deste artigo se a suspensão da partida tiver sido comprovadamente causada ou provocada por sua torcida.

§ 2º Se da infração resultar benefício ou prejuízo desportivo a terceiro, o órgão judicante poderá aplicar a pena de exclusão da competição em disputa.

§ 3º Em caso de reincidência específica, a entidade de prática desportiva será excluída do campeonato, torneio ou equivalente em disputa.