#Futebol – Liga começa o planejamento para 2019 – Entidade espera 80 filiados no próximo ano - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: #Futebol – Liga começa o planejamento para 2019 – Entidade espera 80 filiados no próximo ano

13/07/2018

#Futebol – Liga começa o planejamento para 2019 – Entidade espera 80 filiados no próximo ano

Serginho Aguiar em uma reunião com os clubes nesta temporada

Neste final de semana não haverá rodada do Campeonato Amador de Jundiaí em nenhuma das suas séries, em virtude da decisão da Copa do Mundo entre França e Croácia. Mas a entidade não está parada. E já está pensando em 2019: está já realizando o planejamento do próximo ano. Os clubes que estão atuando nas Séries A e B deste ano a partir de 1º agosto devem começar a se adequar para as determinações para disputar o torneio no próximo ano. Eles terão até dezembro para acertar todos os detalhes, como também os clubes já filiados a Liga.

“A partir de primeiro de agosto os clubes já podem retirar na Liga o estatuto deles para agilizar todo o processo, com CNPJ é tudo mais, para deixar todos legalizados. A ideia é tornar a Liga Jundiaiense um patrimônio imaterial, por cuidar do futebol amador da cidade há mais de 90 anos”, disse o presidente Serginho Aguiar. Tornar a Liga um patrimônio ocorreu recentemente com o Refogado do Sandi, preservando a história da competição na cidade.

Também a ideia é tornar os clubes adaptados a Lei do Marco Regulatório e assim poder receber verba do governo municipal. “Os clubes se regularizam, o município cede os centros esportivos e em contra-partida os times trabalhariam com categorias de base, com sub-11, 13, 15 e ou 17. Esperamos que todos os clubes até dezembro estejam regularizados”.

A Liga espera a adesão de 100% da Série A e 80% da Série B para 2019. E a Liga espera 20 novos clubes filiados na nova temporada – estes times teriam que pagar uma taxa de filiação para entrarem na Liga entre agosto e setembro deste ano.

Série B de 2019
A Liga Jundiaiense em 2019 irá realizar a Série B do Campeonato Amador com 28 clubes. O critério para definir os 28 participantes não será apenas o critério técnico. “A gente vai analisar o comportamento dos clubes, quantidade de cartões vermelhos, os cuidados que tiveram com centros esportivos, como se comportaram com a arbitragem. Estaremos analisando comportamentos técnicos e esportivos”, disse o presidente. Ele disse que um clube que ficou em 30º lugar na classificação geral pode ter preferência de ser chamado em relação a um que ficou em 20º. “Um clube que terminou em 30º lugar, que não causou problema, pode ser chamado antes do 20º, que apenas deu problemas”, exemplificou.

Um dos clubes que deverá ser chamado é o Bettercell, que apesar de pedido licença faltando duas rodadas para o final da Série B, na avaliação da Liga, deverá ter preferência para ser chamado. “E um clube que nunca nos deu problema. Não nos deu aborrecimento, sempre cumpriu com suas obrigações e nunca reclamou da arbitragem e nunca a arbitragem reclamou sobre eles”, disse Serginho. Não está descartada a criação da Série C do Campeonato Amador de Jundiaí no próximo ano – a chamada terceira divisão, mas para isso dependeria da quantidade de clubes filiados. “Se for preciso a gente pode fazer a 3ª divisão, com jogos em campos particulares”, disse Serginho, que tem mandato como presidente da Liga até 2019 no seu entendimento. “No nosso entendimento o mandato termina em 2019”, disse Serginho.

O presidente disse que pode até ficar 2021 no cargo, por causa de um entendimento da justiça, já que ele assumiu o cargo efetivamente em 2017, já que em 2016 ele estava com interventor – pedido pela própria justiça – como também entende a Federação Paulista de Futebol, em contato que o Esporte Jundiaí fez com assessoria de imprensa da entidade em fevereiro deste ano.