#Futebol – Prefeitura de Várzea exclui Continental da Série A do Amador. Clube volta só em 2021 - Esporte Jundiaí

26/07/2018

#Futebol – Prefeitura de Várzea exclui Continental da Série A do Amador. Clube volta só em 2021



O Continental está eliminado da Série A do Campeonato Amador de Várzea Paulista, por parte da coordenação de futebol da Unidade de Gestão de Esportes da Prefeitura de Várzea Paulista. O clube foi punido, por ter inscrito de forma irregular três jogadores, fraudando o modo de como deveria inscrever os jogadores. Por conta do fato, segundo o regulamento do torneio, o clube foi considerado culpado e assim foi eliminado da competição, sendo suspenso por dois anos e somente podendo retornar na Série C, em 2021.

A versão da Prefeitura de Várzea Paulista para a exclusão do Continental
O gestor de Esportes da Prefeitura de Várzea Paulista, Tiago Silso Neves, explicou o porquê da decisão. “Eles não tinham mais vagas para escrever jogadores, estavam já com 30 inscritos. O Continental só poderia inscrever algum jogador, caso tivesse se lesionado e eles nos mostrassem um laudo médico. Eles chegaram na secretaria com três atestados de três jogadores e fizeram os cortes. Porém dias depois, um dos atletas ficou sabendo que foi cortado e disse que não estava lesionado, o que comprovou a burla. É neste caso como o Continental, tentou burlar as regras, e eles foram eliminados do Amador de Várzea, sendo rebaixados para a 3ª divisão e só podem voltar em 2021 todos os dirigentes, presidente e o nome do Continental”, contou o gestor.

Tiago Silso, que ainda vai decidir se os jogadores do clube que estavam inscritos e não foram cortados poderão atuar na Série B de Várzea ainda este ano. “Será decidido ainda essa semana, porém já está descartado a participação deles na 1ª divisão desse ano. Porém estamos decidindo se liberando eles para a segunda, mas a princípio estão todos suspensos esse ano. A tentativa de burlar veio do presidente”, disse o gestor de Esportes.

Versão do Continental
O Esporte Jundiaí entrou em contato com Mauricinho, diretor do Continental. Ele contou que não esteve presente na reunião desta quarta-feira, pois não estava na região. “A gente foi excluído do campeonato por conta de jogador irregular, jogador que estava atuando no profissional”, se limitou a dizer.

O Continental estava na 16ª posição com 4 pontos, após 7 jogos disputados, ocupando a zona de rebaixamento. Assim é o primeiro clube rebaixado no torneio, mas sendo impedido de jogar a Série B de 2019, em virtude do ato que cometeu contra o regulamento. Sobre os jogos anteriores disputados pelo Continental e os próximos, o gestor de Esportes disse que uma definição será tomada nesta quinta-feira, já que será consultado o Código Brasileiro de Justiça Desportiva sobre essa questão.