Atletas expulsos do sub-20 do Paulistão serão julgados dia 1º - Esporte Jundiaí

26/09/2018

Atletas expulsos do sub-20 do Paulistão serão julgados dia 1º


Os dois atletas do Paulista expulsos contra o Flamengo, há 10 dias pela 2ª divisão do Paulistão sub-20, Alisson e Kaianã, tiveram seus julgamentos da última segunda-feira, adiados para o dia 1º de outubro. Também foi adiado para o 1º dia de outubro a decisão sobre os dois atletas do Flamengo, expulsos no confronto - Lucas da Silva e Christian Gonçalves.

Os dois jogadores do Paulista foram citados no artigo 254 - inciso I do parágrafo 1º - do Código Brasileiro de Justiça Desportiva - Desferir dolosamente soco, cotovelada, cabeçada ou golpes similares em outrem, de forma contundente ou assumindo o risco de causar dano ou lesão ao atingido. Os dois atletas se pegarem gancho por este artigo, pode sofrer suspensão de 4 a 12 partidas. Assim, os dois jogadores podem atuar no sábado, contra o CAMGF, fora de casa, pela penúltima rodada da primeira fase.

Do Flamengo, Lucas da Silva foi incluído no mesmo artigo que os dois atletas do Galo foram citados. Christian Gonçalves foi incluído no artigo 243 - inciso F - Ofender alguém em sua honra, por fato relacionado diretamente ao desporto. O atleta pode sofrer multa de R$ 100 até R$ 100mil e suspensão de um a seis partidas.

Também na segunda-feira o atacante do Paulista, Kaio Bala será julgado, em virtude da sua expulsão no último sábado, contra o União de Mogi. Ele será julgado no artigo 250 - Praticar ato desleal ou hostil durante a partida, prova ou equivalente - podendo ser suspenso de um até três partidas.

Gandula
O gandula e maqueiro em jogos do Paulista, Danilo Fernandes de Abreu foi suspenso por 20 dias, a partir de 17 de setembro de 2018, em virtude do seu comportamento na partida contra o Itararé, no Jayme Cintra, no dia 7 de setembro (derrota jundiaiense por 2 a 0).

Com isso, a pessoa está impedida de trabalhar nos jogos do Paulista e até de frequentar os estádios como torcedor no período - caso aparece em estádio e seja relatado pela equipe de arbitragem, ele poderá sofrer multa de R$ 100mil e até ser eliminado do esporte e dos estádios e ginásios (artigo 223 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva - Deixar de cumprir ou retardar o cumprimento de decisão, resolução, transação disciplinar desportiva ou determinação da Justiça Desportiva)