Eleição no Vasco é anulada - Justiça tarda, mas não falha - Esporte Jundiaí

28/09/2018

Eleição no Vasco é anulada - Justiça tarda, mas não falha


Segundo o site Globoesporte.com, a Justiça do Rio de Janeiro anulou nesta sexta-feira a eleição realizada no fim do ano passado para presidência do Vasco da Gama.  Demorou um ano para a Justiça determinar algo que estava na cara, já que diversas infrações ocorreram naquele pleito para ajudar a vencer o candidato do Eurico Miranda. Como ele não conseguiu, fez “uma puxada de tapete” na eleição do Conselho Deliberativo.

A juíza determinou que se realize nova eleição para a Assembleia Geral do Vasco no dia 8 de dezembro. Neste dia, os sócios do clube escolhem as chapas vencedoras que formarão o Conselho Deliberativo.  Somente os conselheiros eleitos irão escolher o presidente, em eleição marcada para o dia 17 de dezembro.

Até lá, porém, o clube continuará sendo administrado pela atual gestão, presidida por Alexandre Campello, de maneira interina e provisória. A situação do Vasco lembra muito de entidades aqui da região jundiaiense, não é?