#NoJayme – Maqueiro do Paulista é expulso pelo árbitro por comportamento inadequado - Esporte Jundiaí

08/09/2018

#NoJayme – Maqueiro do Paulista é expulso pelo árbitro por comportamento inadequado



Na derrota do Paulista para o Itararé por 2 a 0, nesta sexta-feira, no estádio Jayme Cintra, pela terceira rodada das quartas de final do grupo 10 da 4ª divisão do Paulistão, algo inusitado ocorreu: um dos maqueiros do jogo foi expulso. E segundo a explicação do árbitro Thiago Luís Scarascati a conduta do profissional foi inadequada.

O árbitro relatou na súmula o motivo da expulsão de Danilo Fernandes de Abreu, aos 28 minutos do segundo tempo. “Exclui aos 73 minutos de partida o maqueiro Sr Danilo Fernandes de Abreu, por após transporte do atleta lesionado Sr Maycon Camargo Garcia Neto de N 8, da Equipe Associação Atlética Itararé, jogar a maca contra o solo quanto atleta ainda estava em cima da mesma”.

Danilo Fernandes de Abreu mesmo não sendo um integrante da comissão técnica do Paulista ou jogador do clube, poderá sofrer punições pelo Tribunal de Justiça Desportiva. Ele deverá ser julgado no artigo 258 – “Assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras deste Código”, e caso seja julgado pelo TJD e condenado por este artigo pode ser suspenso do futebol de 15 a 180 dias (inclusive impedido de entrar nos estádios no período). E por causa do comportamento do seu maqueiro, o Paulista poderá ser multado em até R$ 10mil, através do artigo 258-D – “As penalidades de suspensão decorrentes das infrações previstas neste capítulo poderão ser cumuladas com a aplicação de multa de até R$ 10.000,00 (dez mil reais) para a entidade de prática desportiva a que estiver vinculado o infrator.

Em 13 de maio de 2015, Figueirense e Avaí se enfrentaram pela Copa do Brasil. Na oportunidade, uma confusão acabou na expulsão do maqueiro do Figueirense, Willian de Souza Mohr. 20 dias depois, em julgamento na 1ª Comissão Disciplinar do STJD, o maqueiro William Mohr foi suspenso por 120 dias (impedido de entrar nos estádios no período) e o Figueirense foi multado em R$ 2mil, justamente pelo comportamento inadequado do seu maqueiro.

Papaléguas
O lateral-esquerdo e também zagueiro Papaléguas saiu da partida aos 28 minutos do segundo tempo, após deslocar o ombro esquerdo. O jogador saiu do estádio Jayme Cintra, com uma tipoia no braço. O atleta passará por exames para saber se terá que ficar afastados dos gramados – e se constatar lesão, quanto tempo terá que ficar fora.