Header AD

18 de novembro de 2018

Jogos Abertos: Xadrez leva mais de 700 atletas para São Carlos



O ambiente é uma mistura de três situações:  silêncio, concentração e paciência.  E cada  um estabelece a ordem que achar melhor. Em São Carlos, o Centro de Convenções de um hotell, um espaço de 17,78 metros de largura por 56,11 de comprimento reúne 696 enxadristas, 320 no feminino e 376 no masculino, de 87 cidades das 217 que participam dos Jogos. São muitos números? Calma: vai piorar!

O tabuleiro de xadrez é dividido em 64 quadros, chamados de ‘casas’, distribuídas em 8 colunas verticais e 8 fileiras horizontais, com linhas 1 e 2 para as peças brancas e 7 e 8 para as pretas; no total são 32 peças, 16 para cada 1 dos 2 jogadores; 1 rei, 1 rainha, 2 bispos, 2 cavalos, 2 torres e 8 peões;  essas peças têm valores que podem variar (1, 3, 5 e 9). Existem, claro, muito mais dados numéricos sobre dimensões de tabuleiro e peças, por exemplo, mas para não fazer o leitor perder a ‘esportiva’ é bom parar por aqui.

É justamente por causa dessa atmosfera rigorosa que o xadrez atrai, em grande escala, competidores que têm predileção pelas ciências exatas como a Matemática, a Física e a Engenharia, embora haja, também, adeptos da modalidade que se movimentam por outras áreas do conhecimento. Quem não conhece nada, e está disposto a começar a entender, tem até a próxima terça-feira, 20 de novembro, para ver de perto algumas ‘feras’ que levam e elevam o nome do Estado e do País, e estão dando uma mostra do talento nos Jogos Abertos do Interior em São Carlos.

Uma dessas notoriedades do xadrez nacional nos Jogos é o sãocarlense Felipe de Cresce El Debs (imagem acima), que desde 2010 faz parte do seleto grupo de apenas 14 brasileiros que ostentam o difícil título de Grande Mestre Internacional, o maior concedido pela Federação Internacional de Xadrez (FIDE), fundada em 1924 em Paris.  Embora tenha nascido em São Carlos, em 1985, e more em São Paulo (capital), nessa edição dos Jogos ele disputa o torneio representando a cidade de São José do Rio Preto:

“O xadrez tem tido uma evolução no estado de São Paulo por uma questão básica: aqui tem uma quantidade maior de torneios, como os Jogos Abertos, e isso, claro, ajuda demais. O crescimento da modalidade é visível quando a gente percebe que há 20 anos haviam apenas 4 Grandes Mestres em todo o Brasil e hoje já são 14, entre os quais eu me incluo”.
Jogos Abertos: Xadrez leva mais de 700 atletas para São Carlos Jogos Abertos: Xadrez leva mais de 700 atletas para São Carlos Reviewed by Thiago Batista on 01:38 Rating: 5