Thiago Batista: Sugestão para a 4ª divisão do Paulistão de 2019 - Esporte Jundiaí Pular para o conteúdo principal

Thiago Batista: Sugestão para a 4ª divisão do Paulistão de 2019



Nesta terça-feira ocorrerá o congresso técnico para definir sistema de disputa, quem participará, e como serão divididos regionalmente os grupos da 4ª divisão do Paulistão.

Caso se repita a quantidade de 40 clubes na temporada passada (o que acreditamos deve ocorrer) a gente deixa uma sugestão aos dirigentes da competição para debaterem (e não dizerem amém) na reunião. Este formato pode ser adaptado de acordo com a quantidade de clubes, sem estourar as 30 datas.

1ª fase: Dividir os times em 2 grupos, jogando em turno único (19 rodadas). Os 6 melhores de cada chave avançam para a fase final. O restante disputaria o torneio do rebaixamento, pois na minha visão, já é necessária a Federação criar uma 5ª divisão (deveria limitar esta divisão a no máximo 32 clubes).

Fase final - Briga pelo acesso: Na segunda fase, os 12 classificados se enfrentariam em turno único, e premiar com o acesso os dois primeiros do geral - assim faria os times brigar de verdade por duas vagas, e não por apenas uma, pois quando tem playoff você briga por uma vaga, e não pelas duas (isso podemos explicar em um outro texto, mas é matemático - se você vai ao playoff só tem uma chance, pontos corridos tem duas chances - 1º ou 2º).

Como a gente defende uma criação de uma 5ª divisão, com máximo de 32 clubes na 4ª divisão, os 12 classificados a fase final já teriam vaga assegurada na “Quartona” do ano seguinte. As outras 20 vagas seriam definidas em torneio do rebaixamento. Nossa ideia seria a seguinte.

Torneio do rebaixamento: Os 20 clubes seriam divididos em 2 grupos. Os times jogariam em turno único. Os 5 primeiros de cada chave conquistariam o direito de permanecer na 4ª divisão, os demais teriam que descer de divisão.

Este formato de 40 clubes seriam utilizadas as mesmas 30 datas do ano passado, com os clubes tendo no mínimo 28 semanas com jogos (19 da primeira fase + 9 do torneio do rebaixamento), contra 14 da temporada passada. E quem se classificar teria planejamento para 30 rodadas.

Já que a Federação quer elitizar as 3 principais divisões, e como o estado de São Paulo tem mais de 40 clubes com alguma tradição (se a gente for na teoria esta cidade nunca merece ficar fora da elite, vai dar 40), está na hora da FPF fazer um “peneirão” na 4ª divisão. Pois não dá para Paulista, Marília, Rio Branco, União Barbarense estarem na mesma que um clube como o Atlético de Mogi, que na temporada passada, sem alguma justificativa deu w.o. na rodada final, não tendo compromisso algum com o futebol.

Matérias mais populares da semana

Jundiaiense marca gol do título do Pato na Liga Nacional de Futsal

O jundiaiense Jhow marcou o gol do título da Liga Nacional de Futsal (LNF) do Pato Futsal, da cidade de Pato Branco, em uma goleada histórica. A equipe venceu neste domingo o Sorocaba, na casa do adversário por 6 a 0, conquistando o legítimo bicampeonato da LNF – equipe venceu o torneio no ano passado, quando o atleta não defendia o Pato.
Jhow marco o sexto gol da partida, aos 16 minutos do segundo tempo, em chute da sua quadra de defesa, após roubar a bola do goleiro-linha Leandro Lino, de Sorocaba. O Pato venceu os dois jogos da final, já que em casa, na semana passada, derrotou o adversário por 3 a 2.

O atleta de 28 anos começou a sua carreira nas categorias de base do Clube São João, onde já destacava. Na competição, Jhow marcou 10 gols.

Paulista: Papaleguas não fará parte do elenco da Série A3

O zagueiro e lateral Matheus Papaléguas não fará parte do elenco do Paulista para disputa da Série A3 do Estadual na próxima temporada. A informação foi trazida nesta segunda-feira pela Rádio Difusora. Segundo o repórter Luiz Antônio de Oliveira, o Cobrinha, o jogador ficou surpreso com a ‘dispensa’.
Revelado nas categorias de base do Tricolor, Papaléguas jogou a 4ª divisão do Paulistão de 2018 pelo Galo, onde atuou como zagueiro e lateral. O time jundiaiense na oportunidade caiu nas quartas de final.
Após renovar seu vínculo com o Paulista por dois anos, o jogador foi emprestado de forma surpreendente para um ‘concorrente’ da ‘Bezinha’, o XV de Jaú. No Galo da Comarca ele fez 13 partidas e não marcou gols.
O atleta tem vínculo com o Paulista até 31 de dezembro de 2020, e deverá ser emprestado neste primeiro semestre para algum clube.

Futebol amador: Dívida da LJF faz times depositarem taxas em juízo

Em matéria, na edição desta quarta-feira (11), do Jornal de Jundiaí, informa que uma sentença do final de outubro na 1ª Vara Civil de Jundiaí exigiu dos clubes finalistas (Estrela e Ponte Preta) do Campeonato Amador de Jundiaí que os pagamentos de taxas referentes à Liga Jundiaiense de Futebol (LJF) fossem feitas em juízo. O pedido foi do Segundo Oficial de Registro Civil de Pessoas Jurídicas de Jundiaí, através do advogado Adilson Luiz, exigindo o pagamento no valor de R$ 342,16 que a entidade deve.
Segundo a matéria, a Liga, por meio do presidente Serginho Aguiar, se defende alegando que foi a entidade que entrou com um processo contra o cartório, por descumprimento de ordem judicial. “Quando fizemos o registro da Liga, eles se recusaram a cumprir uma ordem judicial. Ganhamos, mas as custas, por ser associação, tivemos de pagar”, contou ao JJ.
O presidente alega que a entidade não recebeu nenhum ofício judicial até a tarde de terça-feira (10), mas que será paga até quinta-feira.

Volante Potiguar é o mais novo reforço do Paulista para A3

O oitavo reforço para temporada 2020 chegou ao Paulista. Trata-se do volante João Lucas, o Potiguar, de 23 anos. Ele defendeu o Fernandópolis por 24 vezes na Quarta Divisão estadual desta temporada. O Galo no próximo ano disputa a Série A3 do Paulistão.

“Quando recebi a proposta tomei a decisão muito rápida. É um clube de camisa onde espero fazer um bom campeonato pelo Paulista”, contou o jogador, em entrevista a Rádio Difusora, nesta terça-feira (10).

Revelado no ABC, o atleta passou pelo Confiança-PB, antes de chegar no Fefecê. Os outros sete reforços são Bruninho (meia), Cafu (lateral), Maicon (zagueiro), Alan John (atacante), Zulu (zagueiro), Matheus Philippe (goleiro), Murylo Benini (zagueiro) e Artur (meio-campista).

Governador João Doria é vaiado na cerimônia de abertura dos Jori

O governador do estado João Doria Junior não ficou até o fim e saiu pelos fundos do ginásio do Bolão ainda na metade da cerimônia de abertura, antes mesmo de declarar “Estão abertos a fase final dos Jogos Regionais do Idoso (Jori)”, neste domingo (8). O protocolo precisou ser modificado e a missão ficou com o gestor de esportes da Prefeitura de Jundiaí, Luiz Trentini. 


Doria foi vaiado logo após de ter seu nome anunciado pelo cerimonial por uma parte dos presentes – em especial professores da rede pública. Nos grandes eventos esportivos, o maior chefe de estado presente é que faz a fala oficial de início da competição.

O governador também entregaria durante a cerimônia o selo na categoria pleno o Programa SP Amigo do Idoso, pelo Governo do Estado ao prefeito Luiz Fernando Machado. A entrega ocorreu, mas em evento privado pela secretaria do Estado, Celia Parnes. 


Antes da cerimônia, o governador conversou com a imprensa e fez elogios a estrutura que a cidade está oferecendo ao evento que …