Vila Nova de “Erick” vence Paulista e tira Galo da Copa SP - Esporte Jundiaí Pular para o conteúdo principal

Vila Nova de “Erick” vence Paulista e tira Galo da Copa SP



O Paulista mais uma vez não estará presente na segunda fase da Copa São Paulo de futebol junior. O Tricolor que somente dependia das suas forças para estar presente, perdeu de virada para o Vila Nova de Erick, por 3 a 2.

O camisa 11 do Vila Nova de Goiânia participou dos três gols do time - sendo dois dados para ele, e o terceiro ele bateu o escanteio, que foi desviado por Weuller, anotando contra - quase foi gol olímpico. Ele fez ainda trazer a chuva e raios ao Jayme Cintra. 

O resultado deixou o Paulista na lanterna do grupo 18 com 2 pontos. O Vila Nova com a vitória sai da chave em 3º com 3 pontos. Ambos agora somente terão outra oportunidade na Copinha, em 2020, na 51ª edição. 


Bom público
O jogo desta terça-feira levou mais de 7mil torcedores ao Jayme Cintra. A grande maioria dos presentes se mostrou impaciente e irritada com qualquer erro dos garotos. Jogadores titulares que eram substituídos tinha sua saída comemorada por boa parte dos presentes.

Mas também a torcida tentou apoiar, dar o seu incentivo aos garotos. Mas o estádio ficou em silêncio, aos 20 minutos, com o belo gol de Erick, em chute da entrada da área.


Precisando vencer por dois gols de vantagem, o Paulista após sofrer o gol foi em busca do empate, e conseguiu aos 35 minutos, com Victor Emerson, em chute com curva, que desviou em Luizão.

Só que a vontade em buscar os gols, em alguns momentos atrapalhou o time. O treinador Juninho Ortega não teve medo de fazer uma alteração ainda no 1º tempo: tirou Kaio Bala e colocou Luizinel - isso aos 41 minutos.


No segundo tempo, o Paulista em alguns momentos não parecia uma equipe com vontade de buscar a vitória - não conseguia pressionar o já eliminado Vila Nova. Talvez um dos erros do treinador do Galo foi ter feito outras duas substituições, em dois atos diferentes, e não ter atletas pendurados com cartão - Nil entrou na vaga de Vinicius Borges, aos 13 minutos; e Felipe entrou no lugar de Vitinho, aos 20 minutos do segundo tempo. Além de Vitinho, até os 20 do segundo tempo, Cícero e Daniel tinham cartões.

E o zagueiro do Paulista estava em vias de ser expulso por 2º amarelo, até devido a equipe se abrir e arriscar mais em busca do segundo gol. E o pior veio aos 23 minutos, quando o jogador cometeu outra falta, recebendo 2º amarelo, e assim levando o vermelho.


Mas que tal um pênalti para colocar fogo no jogo? Quando tudo parecia perdido para o Paulista, aos 37 minutos, o Galo teve um penal a seu favor. Felipe cobrou bem e fez o primeiro vira-vira do jogo: 2 a 1, Paulista.

Com 10 homens, o Paulista foi em busca do 3º gol. Até criou. Mas com apenas um zagueiro, e com o time todo quase no ataque, os espaços para o Vila toca a bola apareceram. E uma substituição que poderia deixar o time com pelo menos dois zagueiros (e até quem sabe deixar o time com 11 jogadores), neste momento fez falta. Aos 43, Anderson tentou marcar um belo gol, ao driblar Diogo, mas o goleiro do Paulista, de carrinho evitou o tento.

Mas na jogada seguinte, Erick bate escanteio na área. Ele bateu rasteiro. Weuller cortou de forma equivocada e desviou contra. 2 a 2.

E no minuto seguinte, em contra-ataque, Erick, acerta um belo chute, para decretar a vitória dos goianos, e a eliminação do Paulista, com mais uma derrota - 3 a 2.

Paulista 0 x 1 Vila Nova - Erick, aos 20min do 1º tempo
Paulista 1 x 1 Vila Nova - Victor Emerson, aos 35min do 1º tempo
Paulista 2 x 1 Vila Nova - Felipe, de pênalti, aos 37min do 2º tempo
Paulista 2 x 2 Vila Nova - Weuller, contra do Paulista para o Vila Nova, aos 44min do 2º tempo
Paulista 2 x 3 Vila Nova - Erick, aos 45min do 2º tempo

PAULISTA
1 - Diogo
2 - Cacá, 3 - Cícero , 4 - Mingotti e 17 - Victor Emerson
8 - Weuller e 5 - Borges
9 - Kaio Bala, 10 - Daniel e 11 - Vitinho
21 - Júlio
Técnico: Juninho Ortega
◀▶ Luizniel, Nil e Felipe

VILA NOVA DE GOIÂNIA
1 - Léo
13 - Rayner, 3 - Barbosa, 4 - Sávio e 6 - Matheus
14 - Luizão, 2 - Bruno, 8 - Renan
11 - Erick e 10 - Baiano
17 - Anderson
Técnico: Fabrício Carvalho
◀▶ Arthur, Lucas e Clayvert

Matérias mais populares da semana

Jundiaiense marca gol do título do Pato na Liga Nacional de Futsal

O jundiaiense Jhow marcou o gol do título da Liga Nacional de Futsal (LNF) do Pato Futsal, da cidade de Pato Branco, em uma goleada histórica. A equipe venceu neste domingo o Sorocaba, na casa do adversário por 6 a 0, conquistando o legítimo bicampeonato da LNF – equipe venceu o torneio no ano passado, quando o atleta não defendia o Pato.
Jhow marco o sexto gol da partida, aos 16 minutos do segundo tempo, em chute da sua quadra de defesa, após roubar a bola do goleiro-linha Leandro Lino, de Sorocaba. O Pato venceu os dois jogos da final, já que em casa, na semana passada, derrotou o adversário por 3 a 2.

O atleta de 28 anos começou a sua carreira nas categorias de base do Clube São João, onde já destacava. Na competição, Jhow marcou 10 gols.

Paulista: Papaleguas não fará parte do elenco da Série A3

O zagueiro e lateral Matheus Papaléguas não fará parte do elenco do Paulista para disputa da Série A3 do Estadual na próxima temporada. A informação foi trazida nesta segunda-feira pela Rádio Difusora. Segundo o repórter Luiz Antônio de Oliveira, o Cobrinha, o jogador ficou surpreso com a ‘dispensa’.
Revelado nas categorias de base do Tricolor, Papaléguas jogou a 4ª divisão do Paulistão de 2018 pelo Galo, onde atuou como zagueiro e lateral. O time jundiaiense na oportunidade caiu nas quartas de final.
Após renovar seu vínculo com o Paulista por dois anos, o jogador foi emprestado de forma surpreendente para um ‘concorrente’ da ‘Bezinha’, o XV de Jaú. No Galo da Comarca ele fez 13 partidas e não marcou gols.
O atleta tem vínculo com o Paulista até 31 de dezembro de 2020, e deverá ser emprestado neste primeiro semestre para algum clube.

Volante Potiguar é o mais novo reforço do Paulista para A3

O oitavo reforço para temporada 2020 chegou ao Paulista. Trata-se do volante João Lucas, o Potiguar, de 23 anos. Ele defendeu o Fernandópolis por 24 vezes na Quarta Divisão estadual desta temporada. O Galo no próximo ano disputa a Série A3 do Paulistão.

“Quando recebi a proposta tomei a decisão muito rápida. É um clube de camisa onde espero fazer um bom campeonato pelo Paulista”, contou o jogador, em entrevista a Rádio Difusora, nesta terça-feira (10).

Revelado no ABC, o atleta passou pelo Confiança-PB, antes de chegar no Fefecê. Os outros sete reforços são Bruninho (meia), Cafu (lateral), Maicon (zagueiro), Alan John (atacante), Zulu (zagueiro), Matheus Philippe (goleiro), Murylo Benini (zagueiro) e Artur (meio-campista).

Futebol amador: Dívida da LJF faz times depositarem taxas em juízo

Em matéria, na edição desta quarta-feira (11), do Jornal de Jundiaí, informa que uma sentença do final de outubro na 1ª Vara Civil de Jundiaí exigiu dos clubes finalistas (Estrela e Ponte Preta) do Campeonato Amador de Jundiaí que os pagamentos de taxas referentes à Liga Jundiaiense de Futebol (LJF) fossem feitas em juízo. O pedido foi do Segundo Oficial de Registro Civil de Pessoas Jurídicas de Jundiaí, através do advogado Adilson Luiz, exigindo o pagamento no valor de R$ 342,16 que a entidade deve.
Segundo a matéria, a Liga, por meio do presidente Serginho Aguiar, se defende alegando que foi a entidade que entrou com um processo contra o cartório, por descumprimento de ordem judicial. “Quando fizemos o registro da Liga, eles se recusaram a cumprir uma ordem judicial. Ganhamos, mas as custas, por ser associação, tivemos de pagar”, contou ao JJ.
O presidente alega que a entidade não recebeu nenhum ofício judicial até a tarde de terça-feira (10), mas que será paga até quinta-feira.

Governador João Doria é vaiado na cerimônia de abertura dos Jori

O governador do estado João Doria Junior não ficou até o fim e saiu pelos fundos do ginásio do Bolão ainda na metade da cerimônia de abertura, antes mesmo de declarar “Estão abertos a fase final dos Jogos Regionais do Idoso (Jori)”, neste domingo (8). O protocolo precisou ser modificado e a missão ficou com o gestor de esportes da Prefeitura de Jundiaí, Luiz Trentini. 


Doria foi vaiado logo após de ter seu nome anunciado pelo cerimonial por uma parte dos presentes – em especial professores da rede pública. Nos grandes eventos esportivos, o maior chefe de estado presente é que faz a fala oficial de início da competição.

O governador também entregaria durante a cerimônia o selo na categoria pleno o Programa SP Amigo do Idoso, pelo Governo do Estado ao prefeito Luiz Fernando Machado. A entrega ocorreu, mas em evento privado pela secretaria do Estado, Celia Parnes. 


Antes da cerimônia, o governador conversou com a imprensa e fez elogios a estrutura que a cidade está oferecendo ao evento que …