O ginásio do Nenho, dentro do complexo esportivo Nicolino de Luca, o Bolão, recebeu durante todo o domingo atletas de 21 cidades para a 3ª etapa da Liga Metropolitana de Tênis de Mesa. Ao todo foram 233 competidores disputando medalhas e troféus por várias categorias.

O gestor da Unidade de Gestão de Esporte e Lazer, Luiz Trientini, participou da abertura do evento, e detalhou a importância do esporte para a cidade. “Receber uma etapa de campeonato tão importante e com tantos atletas jundiaienses participando mostra a força da nossa modalidade, representada por crianças, adultos e idosos que defendem o nosso município”, analisou.

Para a diretora do departamento de esporte de formação e rendimento, Rita Orsi, a realização de evento, com maior número de participantes (233) até o momento da Liga Metropolitana de Tênis de Mesa, é uma vitrine para que a população conheça a modalidade. “O Time Jundiaí está em busca de novos talentos para compor as categorias e ampliar a base. Temos participantes de 6 a 70 anos. O evento deste domingo mostra a força da modalidade, que beneficia a saúde física e mental”, argumentou.

Segundo o treinador de tênis de mesa do Time Jundiaí, Felipe Bertim Faria, o município vem se destacando na competição. “Na semana passada conquistamos nosso recorde de troféus e medalhas, 11 ao todo, e garantimos a liderança em eficiência no campeonato. A etapa em casa imprime maior responsabilidade aos atletas e desejo de manter o ótimo rendimento”, explicou. Somente nessa prova, Jundiaí garantiu 53 inscritos, entre categorias federadas e não federadas.

Leandro Spinace é um dos competidores do Time Jundiaí. “Voltei a treinar e a competir há três anos. Na etapa de casa luto para manter o resultado obtido na semana anterior, quando fiquei campeão da categoria sênior. Aqui, a responsabilidade em vencer é maior já que estamos no nosso território”, comentou.

Tânia Pedrassolli tem parentes que integram a equipe jundiaiense da modalidade. “Adoro esporte e acho muito importante a cidade sediar etapas das competições. Incentiva novos atletas e mostra o que o município tem para outras cidades”, ressaltou.