Header AD


26 de maio de 2019

Assistente agredido no Aramis Polli pertence ao quadro da FPF



O árbitro assistente Antônio Francisco de Sousa Silva, agredido neste domingo, no confronto entre Meias Aço e Bahia, no Aramis Polli, em jogo da Série A de Jundiaí, pertence ao quadro da Federação Paulista de Futebol.

Na FPF, ele atua como bandeira, e atua a 14 anos na arbitragem (foi formado em 2005). Antônio tem 43 anos, e havia trabalhado no sábado, em Santos, na rodada do Paulistão sub-15 e 17, nos jogos Jabaquara e São Bernardo Clube.

Antônio Francisco é figura carimbada da 4ª divisão do Paulistão. Na edição de 2019 já esteve em três partidas.

Apesar da agressão sofrida, tudo está bem com Antônio, segundo Toninho Costa, presidente da Associação Regional de Arbitragem Desportiva, que presta serviço de arbitragem a Liga Jundiaiense de Futebol, para as Séries A e B de Jundiaí.

“O árbitro assistente que foi agredido foi o Antônio Francisco de Souza Silva e o atleta que o agrediu estava no banco de reservas. Mas tudo está bem com ele”, disse Toninho. Antônio trabalhou no período da tarde nos jogos da Série B de Jundiaí. Ele após a rodada, faria boletim de ocorrência sobre o ocorrido.
Assistente agredido no Aramis Polli pertence ao quadro da FPF Assistente agredido no Aramis Polli pertence ao quadro da FPF Reviewed by Thiago Batista on 18:12 Rating: 5