Paulista - 110 anos! Jornalistas e historiador escolhem o jogo - Esporte Jundiaí Pular para o conteúdo principal

Paulista - 110 anos! Jornalistas e historiador escolhem o jogo



O Paulista fez grandes partidas nos 110 anos. Alguns entraram na memória das pessoas. O Esporte Jundiaí convidou jornalistas e um historiador sobre o Galo para escolherem uma partida, a partida do Paulista que não sai da memória deles.

Ayrton Miguel Vaz - Rádio Cidade
Paulista 0 x 0 Fluminense - 2005
Conquista da Copa do Brasil

Adilson Freddo - Rádio Difusora
Paulista 4 x 0 Santos - 2004
Eu vi o Real Madrid de Jundiaí naquele dia

Emerson Leite - Trabalhou nos principais jornais e rádios de Jundiaí
Paulista 1 x 1 Corinthians - nos pênaltis: Paulista 4 x 3 - Copa SP 1997
Sobre qual jogo do Paulista não sai da minha memória, eu tenho na cabeça a final da Copa São Paulo de Futebol Junior, em 1997. Estava trabalhando no Jornal da Cidade e fui ao Canindé para fazer a final junto com o fotógrafo José Aparecido dos Santos, o Zezinho. Foi marcante para mim não só pelo título, mas porque acompanhei a trajetória toda do time na Copa São Paulo e também porque foi a única vez na minha vida que eu torci contra o Corinthians. O foguete que o Neno mandou de perna esquerda, no ângulo do goleiro corinthiano, decretou o empate e me rendeu um banho de xingamentos, cerveja e sei lá mais o que: já estava me dirigindo aos vestiários e, ouvindo a rádio, gritei gol tão alto que a torcida alvinegra acima de mim partiu para o revide. Assisti as cobranças de pênalti do túnel que dá acesso ao gramado e vibrei muito quando o último chute foi desferido a favor do Galo. Lembro como se fosse hoje o "silêncio ensurdecedor" dos alvinegros na arquibancada, não acreditando naquilo; o Douglas Roncolleta falando ao celular bem embaixo da trave onde o gol salvador de empate na prorrogação havia sido; os jogadores chorando e se abraçando... Foi demais!

João Carlos Coutinho - Jornal da Cidade e TV Conquista Web
Paulista 4 x 3 Ponte Preta - 2004
Quartas de final do Campeonato Paulista de 2004, quando o Galo perdia da Ponte Preta em Jayme Cintra e alcançou uma reação incrível, com belo futebol do menino Ailton, um meia que veio da base do São Paulo e jogou demais na noite das pedradas em que os torcedores vândalos da Ponte Preta quase destruíram Jayme Cintra

Marcelo Tadeu - narrador (passagens por Rádio Cidade e Difusora)
Paulista 2 x 3 Cruzeiro - 2005
Já o jogo que não sai de minha memória é Cruzeiro 3 x  2Paulista no Mineirão. Virtualmente eliminado com três a zero no primeiro tempo, e conseguiu os dois gols de Cristian que silenciou um Mineirão quase lotado. Show!!!

Ivan Gottardo - Historiador sobre o Paulista - fanaticopaulista.blogspot.com
Paulista 4 x 3 Ponte Preta - 2004.
Jogo decisivo contra o maior rival, clima tenso, guerra dentro e fora de campo, briga entre torcidas e um jogo que subimos do inferno aos céus em pouco mais de 45 minutos. Viramos o primeiro tempo perdendo de 2 a 0, sem jogar o futebol que tínhamos visto ao longo do campeonato, mas o Paulista foi buscar o empate e levou o jogo para prorrogação e com o apoio da torcida, virou o jogo e garantiu a classificação inédita para a semifinal do Paulistão daquele ano. Um jogo emocionante em todos os sentidos.

Rafael Santos - TV TEC Jundiaí
Paulista 1 x 0 Inter - Nos pênaltis: Paulista 4 x 2
Decisão nos pênaltis. Foi incrível! Outros dois jogos incríveis foram o Paulista 2 x 1 River, e um que narrei, o título da Copa Paulista de 2010, quando o Paulista empatou por 1 a 1 com o Red Bull no finzinho

Rivelino Teixeira - Canal 25
Paulista 2 x 3 Cruzeiro - 2005
Este jogo foi inesquecível. E nos dois gols de falta do Cristian, eu cantei o gol. Falava na narração se passasse da barreira era gol, e foi!

Samuel Oliveira - Rádio Cidade
Paulista 1 x 0 Inter - Nos pênaltis: 4 x 2
Jogo inesquecível para mim foi na Copa do Brasil, contra o Internacional em 5 de maio, quando eu estava em Jayme Cintra. O momento mais emocionante foi quando Perdigão erra a penalidade e o Galo avança, eliminando um gigante do futebol.

Matérias mais populares da semana

Lateral campeão em Várzea Paulista está desaparecido

O lateral-direito Luís Guilherme de Souza Flauzino, mais conhecido no futebol como Gui, de 28 anos, morador de Itatiba, e campeão amador da Série A do Amador de Várzea Paulista nesta temporada pela Nova Desportiva está desaparecido. O jogador desapareceu no sábado (16), por volta das 13h, no mar, no litoral paulista, e até agora nenhuma notícia sobre ele foi informado.
Segundo Gasparini, jogador de futebol, e amigo pessoal de Gui, ele estava em uma praia no litoral norte. “O Guil estava na praia do Felix, em Ubatuba. Ele entrou no mar e desapareceu. A namorada viu ele na areia. O Gui foi dar um mergulho e sumiu e não apareceu mais”, contou. O atleta um pouco antes tirou uma foto, e desapareceu quando estava sem camisa, e usando apenas um shorts.

Edson Assunção, diretor do clube e vice-presidente da torcida organizada do clube, ‘Os Cornetas, também confirmou a informação. “Mais de 20 horas que ainda não foi localizado”, relatou.
Fotos: Divulgação

Final da Série A de Jundiaí será no Dal Santo neste domingo

A Liga Jundiaiense de Futebol divulgou a programação final das suas competições para a temporada 2019. A decisão da Série A do Campeonato Amador entre Ponte Preta e Estrela será no Dal Santo, no próximo domingo (24), às 9h30. Será o segundo jogo da final. O primeiro jogo terminou com vitória da Ponte por 2 a 1 – pode até perder por um gol de diferença a Macaca para ficar com a taça.
A final da Série B do Amador começa no próximo domingo (24), entre Império e Vila Comercial. O jogo será no Dal Santo, às 13h30. A segunda partida será no dia 1º de dezembro, às 9h30, também no campo da Vila Rami. O Amador de Veteranos tem a disputa final entre Marlene e Império no próximo sábado (23), às 14h, no Dal Santo. 
Foto: Thiago Batista

Paulista: Clube gaúcho anuncia vinda de autor do gol do acesso

Participante em 2019 da 2ª divisão do Campeonato Gaúcho, o Veranópolis anunciou na semana passada (dia 14) a contratação do meia Matheus Morais, o Matheus Nego, autor do gol do acesso do Paulista para a 3ª divisão Estadual. O clube até divulgou em seu site oficial a vinda do jogador.
Campeão da ‘Bezinha’, com o Galo, Matheus Morais, de 22 anos, marcou quatro gols em toda a campanha – sendo dois contra Amparo, um contra o Suzano e o gol do acesso, contra o Flamengo. O contrato do jogador com o Galo termina no dia 30 de novembro.
Jeferson Segundo sites especializados sobre o Botafogo do Rio, informam que o clube negocia para contratar o atacante Jeferson, de 23 anos, que fez 11 gols na ‘Bezinha”. Representantes do jogador iniciaram as conversas com Gustavo Noronha, que foi dispensado da vice-presidência de futebol na semana passada.
Entretanto, o nome de Jeferson segue na pauta, segundo o site Fogão Net.O atleta não confirma a conversa.
“Uma possível negociação seria muito bem vista. Seria …

CT Falcão 12 Jundiaí leva título da Copa Cidade de Jundiaí sub-9

O CT Falcão 12 Jundiaí conquistou nesta quarta-feira (20), o título da Copa Cidade de Jundiaí de futsal – categoria sub-9. No Bolão, a equipe venceu o Juventus por 1 a 0, conquistando o título.

Vitor foi o autor do gol do título que foi bastante comemorado por todos os integrantes da comissão técnica do CT Falcão 12 Jundiaí.

Outra final que ocorreu foi no sub-8: título do Nova Odessa, ao ganhar do Uirapuru por 6 a 2.
Fotos: Divulgação – CT Falcão 12 Jundiaí

Paintball: Jundiaiense sobe 10 vezes ao pódio em 2019

O jundiaiense Rafael Lourenço só tem motivos para comemorar a temporada 2019 no paintball. O atleta de Jundiaí acaba de se tornar campeão paulista e subiu dez vezes ao pódio durante todo o ano.
Atuando pela equipe da cidade de Bragança Paulista, o Bragança Legion, no Campeonato Paulista de paintball modalidade speed, ele se sagrou campeão paulista de paintball, subindo ao pódio 5 veze pela equipe. Ele foi: 3° lugar na primeira; 2° lugar na segunda etapa, 1° lugar na terceira etapa, 3° lugar quarta etapa e campeão na classificação geral.

Defendendo a equipe Caveiras Paintball Jundiaí no Campeonato Paulista de Paintball na modalidade cenário, ele subiu ao pódio em todas as três etapas e na classificação geral ficou em 3° lugar.Ele foi: 2° lugar na primeira etapa; 2° lugar na segunda etapa; 3° Lugar na terceira etapa e 3° Lugar na classificação geral.
Estes torneios feitos pela Federação de Paintball do Estado de São Paulo, na qual Rafael atua na categoria D5-novatos. Rafael não deve parar …