Header AD


26 de maio de 2019

Série A - Jundiaí: Jogo Meias Aço e Bahia não terminou por agressão



O confronto Meias Aço e Bahia não terminou neste domingo, no Aramis Polli. O jogo foi  interrompido antes do seu final. Segundo informações da diretoria do Bahia, a partida estava 1 a 1, quando um jogador do Meias Aço agrediu um dos bandeiras (arbitro-assistente).

“A arbitragem foi ridícula, mas não justifica a agressão. Mas a arbitragem é fraca. Mas não justifica o ato”, contou o presidente do clube e treinador do Meias Aço, André de Souza.

Segundo ele, o jogador que agrediu o assistente deverá pegar um bom gancho e terá uma punição também interna no clube. “Vamos fazer ele doar algumas cestas básicas para alguma instituição da cidade”, disse.

O resultado deverá ir para julgamento, e a organização da competição determinar se a partida terá continuação em nova data, ou decretar um placar administrativo, ou decretar resultado final o placar de 1 a 1.

“Mais acho que a treta não pode puni o time mais sim o atleta. Só fosse mais de um (jogador) poderia punir o time, mais como foi um só”, disse André de Souza, do Meias Aço.

“Temos que ter conhecimento do que está no regulamento. O que eu quero é que o Bahia não seja o prejudicado”, disse Jil Mônica, presidente do Bahia.
Série A - Jundiaí: Jogo Meias Aço e Bahia não terminou por agressão Série A - Jundiaí: Jogo Meias Aço e Bahia não terminou por agressão Reviewed by Thiago Batista on 12:56 Rating: 5