Header AD


19/05/2019

Série A - Jundiaí: Torneio começa com duas medidas da arbitragem



A Série A de Jundiaí começou com dois pesos e duas medidas sobre o mesmo tema: uniforme. No jogo, Vila Ana e Grêmio Eloy Chaves, dois times com uniformes parecidos, a arbitragem deixou ocorrer o primeiro tempo, até que chegasse o uniforme do time visitante na etapa final. Em outra partida, a arbitragem aplicou fielmente a regra e deu o w.o.

A primeira partida da rodada dupla no Benedito de Lima, entre Tulipas e Força Jovem não ocorreu. O Tulipas, mandante na tabela foi com uniformes de cor branca com detalhes em preto no peito, calção branco e meião branco; enquanto o Força levou camisa de cor branca com detalhes vermelho na frente, calção branco com detalhes na lateral em vermelho e meiões vermelhos.

A arbitragem do jogo ordenou que o Força Jovem teria 20 minutos a partir do horário programado da partida para trocar o uniforme, caso contrário perderia a partida por w.o., o que ocorreu. O resultado deverá ser referendado pela organização durante a semana, confirmado pela organização durante a semana, confirmando o placar administrativo de 3 a 0 para o Força, segundo artigo 28 do regulamento geral (que times receberam uma minuta - segundo a própria organização - não é a versão final, que terá correções). Segundo o artigo, o Força ainda será multado em R$ 800.

Mas a minuta do regulamento geral das competições deixa dupla interpretação. O parágrafo 2º informa que o visitante tem que mudar o uniforme. Mas no parágrafo 3º diz que se o mandante não for com uniforme 1, ele é obrigado a trocar, sob risco de perder a partida. O regulamento diz que todas as versões de uniforme tinham que ser enviadas a Liga até 28 de março.  (confira abaixo o texto, através do artigo 30).


O primeiro jogo do dia no Romão de Souza, os uniformes de Vila Ana e Grêmio Eloy tinham tons parecidos, com predomínio do laranja. 


Mas lá a arbitragem deixou a partida ocorrer no primeiro tempo, já que o Vila Ana (foto abaixo), visitante na tabela se prontificou de levar o seu segundo uniforme para troca no segundo tempo, o que ocorreu. Assim o Grêmio Eloy (foto acima) manteve o uniforme que levou para durante todos os 80 minutos.


Dentro de campo, o Vila Ana venceu por 2 a 0.


O que diz a minuta de regulamento geral recebido pelos clubes
Art.30) Uniformes de jogos devem ser distintos entre ambas as equipes e membros da arbitragem.

§ Parágrafo 1º: Todas as equipes devem protocolar na Liga Jundiaiense de Futebol até o dia 28/março/2019 o desenho colorido frente e verso dos uniformes a serem utilizados, descrevendo qual a sua utilização: principal ou secundário.

§ Parágrafo 2º: Na coincidência das cores do uniforme, caberá a equipe visitante (lado direito da tabela e/ou na parte inferior da súmula) providenciar a troca do mesmo sob pena de o árbitro não realizar a partida, considerando-se vencedor por W.O. o Clube mandante.

§ Parágrafo 3º: Quando o Clube mandante não jogar com seu uniforme número 1 (um) e havendo coincidência de uniforme, o mesmo será obrigado a trocá-lo, sob pena de o árbitro não realizar a partida, considerando-se vencedor por W.O. o Clube visitante.

Sobre w.o.s
Art.28) A equipe que sofrer w.o.  será considerada perdedora pelo placar de 3 X 0, não ganhando o ponto da derrota, pagando normalmente a taxa de arbitragem da respectiva categoria e pagando a multa de R$ 800,00 (oitocentos reais) referente ao WO, recolhendo na tesouraria da Liga Jundiaiense de Futebol, antes da realização da próxima partida.

Fotos: Alberto Duarte
Série A - Jundiaí: Torneio começa com duas medidas da arbitragem Série A - Jundiaí: Torneio começa com duas medidas da arbitragem Reviewed by Thiago Batista on 13:15 Rating: 5