Carla Lucchini sobre convocação para o Pan: “É uma realização, é concretizar uma parte do sonho” - Esporte Jundiaí Pular para o conteúdo principal

Carla Lucchini sobre convocação para o Pan: “É uma realização, é concretizar uma parte do sonho”


A armadora jundiaiense Carla Lucchini foi convocada e vai defender a seleção brasileira de basquete feminina 3x3 nos Jogos Pan-Americanos, no fim do mês de julho, em Lima, no Peru. Ela se apresentou nesta quarta-feira, no Rio de Janeiro, para o início dos treinamentos. Ela que é atleta do basquete 5x5 de Campinas, está bastante feliz com a convocação.

“É uma realização, ir para um campeonato pela seleção é concretizar uma parte de um sonho, e sempre dar o nosso máximo lá para obter o melhor resultado”, disse a atleta em entrevista ao Esporte Jundiaí, antes de participar para sessão de treinos.


Como recebeu a convocação
Carla contou como recebeu a convocação. “A técnica Rafaella entrou em contato, dizendo que queria contar comigo para o campeonato. Em seguida recebi um e-mail com a convocação e também saiu no site da CBB”.

Para a jogadora é uma satisfação representar o Brasil em um grande evento do esporte, como é o Pan. “Não diria que é o mais emocionante, mas com certeza é muito gratificante e fico muito feliz em poder representar meu país!, afirmou.


Para ela, o basquete 3x3 não muda o objetivo principal da modalidade, como é o 5x5: pontuar. “O que não muda é o objetivo, que é fazer a cesta! O 3x3 é um jogo mais rápido e dinâmico, acaba em 21 pontos ou em 10 minutos. São 12 segundos para atacar ao invés de 24, não temos tempo para montar jogadas elaboradas ou algum tipo de defesa especial. Como é meia quadra, não tem contra-ataque também. As regras básicas como andada e condução de bola continuam iguais”, contou.

Apesar de jogar atualmente o 5x5 de forma profissional pelo Campinas, Carla sempre praticou o modo 3x3. “Pratico sempre que consigo conciliar com o calendário do meu clube, que é a minha prioridade no momento. O basquete 3x3 tem crescido bastante aqui no Brasil e tenho certeza que quanto mais pessoas jogarem, mais campeonatos terão e assim o esporte vai crescer ainda mais!”, lembrou.

Para a jogadora, o basquete 3x3 é importante ter uma boa preparação física. “O preparo físico é muito importante, pois o jogo é muito rápido, é apenas uma jogadora reveza fora da quadra, e como o jogo não para muito temos que ter um físico muito bom para aguentar o jogo todo”, contou.


Arma: arremesso de três pontos
Carla está defendendo Campinas nas semifinais da Liga de Basquete Feminino (o Campeonato Brasileiro da modalidade). Nos arremessos de 3 pontos, seu aproveitamento antes das semifinais era de 50% de acertos nas tentativas. Uma arma que pode usar no Pan, no 3x3.

“Tento ser uma jogadora que tem um bom chute de 3 mas que também tem um bom corte no garrafão. No 3x3 além de valer só 2 pontos, o arremesso de fora é uma boa vantagem, estou treinando bastante para colaborar com o time nesse quesito”, disse.


Na Liga de Basquete Feminino, Campinas joga nesta quinta-feira a segunda partida da semifinal contra as pernambucanas do Cabo de Santo Agostinho. O time campineiro, atual campeão nacional, precisa vencer, já que perdeu a primeira partida no sábado por 65 a 61 (a série é melhor de três partidas).

Carla estará na torcida pelas suas companheiras. Mas avalia que sua temporada na LBF vem sendo bastante positiva. “A temporada tem sido bastante positiva, estamos na semifinal da LBF e com uma boa campanha. Sempre aprendo muito com as minhas companheiras de time que são mais experientes e sempre dou meu máximo no que eu posso para ajudar o time”, contou.


Saudades de Jundiaí
Nascida em Jundiaí, Carla Lucchini começou a sua carreira no basquete feminino do Divino Salvador. No time jundiaiense não parou de levantar troféu: campeã paulista sub-19 em 2014, 2015 e também em 2016 - este de maneira invicta; dos Jogos Abertos do Interior em 2014 e 2016; tricampeã dos Jogos Regionais - 2014, 2015 e 2016; e campeã paulista da 1ª divisão em 2017, onde fez a cesta do título. A jogadora tem saudades de atuar na Terra da Uva.

“Tenho saudades sim! Passei momentos muito bons com o time da cidade, além de poder estar com a minha família todos os dias! Espero com certeza que volte a ter uma equipe para participar dos grandes campeonatos, é bom para a cidade é melhor ainda para o basquete feminino”, finalizou.


O basquete 3x3 no Pan
As competições de basquete 3x3 nos Jogos Pan-americanos de Lima serão de 27 a 29 de julho. Os participantes no feminino além do Brasil, são República Dominicana, Venezuela, Uruguai, Estados Unidos e Argentina. As seis seleções se enfrentam em turno único, e os quatro melhores classificados avançam à semifinal (1º colocado x 4º colocado e 2º colocado x 3º colocado). Os dois vencedores da fase semifinal disputam o título, enquanto os perdedores definem a terceira e quarta posições.

Os jogos do Brasil no Pan
- 27/jul - sab - 16:30: Brasil x República Dominicana
-27/jul - sab - 20:30 - Brasil x Venezuela
-27/jul - sab - 23:00 - Brasil x EUA
-28/jul - dom - 18:30 - Brasil x Argentina
-28/jul - dom - 22:00 - Brasil x Uruguai
-29/jul - seg - 11:00 ou 11:30 - Semifinal (caso conquiste classificação) ou 13:00 - Disputa de 5º lugar
-29/jul - seg - 14:00 - Disputa da medalha de bronze ou 15:00 - Disputa da medalha de ouro

Matérias mais populares da semana

Faltando uma semana para A-3, Paulista perde parceria e treinador

Faltando uma semana (mais precisamente nove dias) para o início da Série A3 do Paulistão, o Paulista não tem mais parceria e nem comissão técnica. E possivelmente elenco. Atuante na gestão do futebol profissional do ano passado, as empresas Kah Sports e Fair Play anunciaram nesta quinta-feira (16) a sua saída do clube. Em conversa com radialista Adilson Freddo, da Rádio Difusora, Edson Fio anunciou sua saída como treinador do Paulista.
Alguns jogadores do atual elenco que chegaram ao clube para defender o Paulista nesta temporada não devem permanecer. O Galo começa sua participação na Série A3 do Estadual no dia 25 de janeiro, quando enfrenta o Nacional de São Paulo, a partir das 16 horas no estádio Jayme Cintra.

Luto no futsal e no futebol! Morre Antônio Tadeu Pavanelli

O futsal de Jundiaí está de luto. O ex-goleiro e depois árbitro Antônio Tadeu Pavanelli faleceu nesta quinta-feira (16). Ele lutava contra um câncer e sofreu uma infecção intestinal. Pavanelli completou 66 anos no último dia 12. O velório será no Adamastor Fernandes, no Centro, a partir das 6 horas da manhã e o enterro ás 14h no Cemitério Nossa Senhora do Desterro.

Sempre com bom humor, Pavanelli ficou bastante conhecido no salonismo como árbitro, apitando os principais jogos nas quadras de Jundiaí e região. Atuou nas quadras como atleta e foi um dos grandes goleiros, com passagens pelo Unidos e Morando. 

Esteve também presente no futebol de campo - sendo jogador da Ponte Preta da Agapeama e também trabalho com categorias menores no Clube Jundiaiense.


Athletico-PR não jogará em Jundiaí na 3ª fase da Copa SP

Jundiaí não receberá mais jogos da atual edição da Copa São Paulo de futebol júnior. O confronto do Athletico Paranaense contra o Tupi de Juiz de Fora pela terceira fase será em Itu, na próxima segunda-feira (13), às 17h30, com transmissão do SporTV.
Com isso, o estádio Jayme Cintra encerra sua participação na Copinha, já que o contrato do Paulista e Jundiaí com a Federação para o evento vence na próxima segunda-feira (13).
Foram sete jogos na casa do Galo em 2020 pela Copa São Paulo de futebol junior, com 23 gols, média de 3,28 gols por partida.

Red Bull Brasil derrota Paulista em jogo-treino em Jarinu

Em Jarinu, o Red Bull Brasil venceu o Paulista por 4 a 3, em jogo-treino de preparação das duas equipes para a disputa do Campeonato Estadual. Inicialmente havia sido anunciado pelo clube jundiaiense que a partida seria disputada no sábado (18), mas na verdade ocorreu já nesta sexta-feira (17).
O Red Bull Brasil se prepara para disputa da Série A2 do Paulistão, que para o clube que treina no Aglomerado Urbano de Jundiaí e jogará em Campinas, começa na quarta-feira (22), contra o Atibaia, fora de casa, às 15 horas.
O Paulista está treinando para jogar a Série A3 (um nível abaixo da A2) e estreia no dia 25 (sábado da próxima semana), contra o Nacional, em Jundiaí, às 16 horas.

Taça das Favelas de futebol terá edição em Jundiaí neste ano

Sucesso no Rio de Janeiro há quase uma década e desde o ano passado na capital de São Paulo, a Taça das Favelas chega em Jundiaí neste primeiro semestre do ano, para movimentar as comunidades de Jundiaí e região. Jovens de 14 até 17 anos de ambos os sexos terão oportunidade de mostrar o seu talento e terem uma chance no futuro de jogar em um clube profissional.
Detalhes finais estão sendo acertados para o lançamento da competição, em coletiva de imprensa no mês de fevereiro que deve durar até maio.Deverão ser 16 equipes participando no masculino e oito no feminino.