Análise – Thiago Batista: Amparo caiu na armadilha do Paulista, de Edson Fyu - Esporte Jundiaí Pular para o conteúdo principal

Análise – Thiago Batista: Amparo caiu na armadilha do Paulista, de Edson Fyu



O Paulista traçou uma estratégia para vencer o Amparo. E pelo que se viu nos 90 minutos deu super certo: deu a bola a equipe oponente, que com a bola nos pés não soube o que fazer, e quase não ameaçou o gol do goleiro Matheus Lopes. E o Amparo caiu na armadilha que Edson Fyu tanto queria: campo para contra-atacar.

Dos três gols do Paulista, dois foram com jogadores do Paulista livres, e com “bastante espaço” para avançar. E estes dois gols, teve os goleadores do Galo livres de qualquer tipo de marcação – inclusive do goleiro.

O primeiro gol do jogo o Amparo caiu na arapuca que o Tricolor queria: a linha de marcação adversária bastante alta. O zagueiro Mateus estava praticamente na linha de meio de campo quando perdeu a bola para Jeferson. Mais veloz o atacante do Tricolor deu um “tchau” no rival, para deixar Edinan, que na jogada ficou o tempo todo sem marcação, para fazer o gol.


O segundo gol do Paulista, não foi de contra-ataque e nem de linha alta de marcação do time adversário. Mas foi de um Galo veloz, que em poucos toques chegou ao gol.


O terceiro gol do Tricolor que matou a partida, foi quase uma repetição do primeiro gol. Linha alta da marcação adversária, Paulista rouba a bola, e parte em contra-ataque para chegar ao gol adversário.  



E antes do terceiro gol entra um detalhe tático: Fyu tirou um atacante – Jeferson, que fez um ótimo primeiro tempo, mas havia cansando na etapa final; para colocar um meio-campista Carlinhos (jogador que a bola bate para o Galo puxar a jogada de ataque para fazer o terceiro gol). Não foi uma opção de fechar o time, e evitar a qualquer custo o gol do Amparo, e sim o Amparo avançar mais a sua linha de defesa – o que ocorreu.

Isso posto, um detalhe: o Paulista não foi um time retrancado, que colocou “10 zagueiros” na área. O time traçou uma estratégia, e nesta tática marcar a maior quantidade de gols possíveis – era forçar a linha alta da equipe adversária. Quando o jogo estava 2 a 1, Edinan quase roubou uma bola no meio de campo da zaga adversária.

Fyu deu a bola para o Amparo, mas desde que a saída fosse com os zagueiros do time adversário. Com isso, a equipe alvinegra tinha dificuldades em criar, devido a qualidade dos seus defensores com a bola nos pés.

No futebol moderno de hoje, zagueiro não é apenas para dar bico para o lado. Muitas vezes é onde se começa o jogo. Ainda mais com a mudança da regra do tiro de meta agora, onde estamos vendo muitas cobranças curtas, com a saída de bola sendo executada pelos defensores.

O único ponto ruim do jogo foi o gol sofrido. Não foi com a bola no pé. Foi com a bola no chão, em jogada de escanteio, onde o atleta adversário sobe na pequena área para marcar. Algo que precisa ser corrigido.


O Paulista no fim de semana mostrou que tem duas formas de jogar. Uma de saber esperar o adversário, como foi contra o Amparo. A outra é de encurralar um rival (fraco tecnicamente) onde pode fazer muitos gols, como foi contra as equipes de Mogi das Cruzes e o Suzano.


Matérias mais populares da semana

1º jogo da final do Amador de Jundiaí será no Jayme Cintra

A decisão da Série A do Campeonato Amador será no estádio Jayme Cintra. O primeiro jogo entre Ponte Preta e Estrela será no domingo (10), às 9h da manhã. A série em melhor de dois jogos terá sua finalização no dia 24 de novembro, ainda com local a ser definido.  A confirmação foi parte da Liga Jundiaiense a reportagem do Jornal de Jundiaí, na tarde desta quinta-feira (7). O presidente do Paulista, Rogério Levada, também confirmou. A entrada para o jogo será gratuita.  Nesta década, nenhuma partida da decisão do Campeonato Amador ocorreu na ‘casa do Galo’. Todos os dois jogos da decisão, desde 2011, foram no Dal Santo, conhecida como a ‘casa do Amador’.

Entulho no Dal Santo adia decisão da Série B do Amador de Jundiaí

O acumulo de entulho no entorno do campo do centro esportivo Francisco Dal Santo fez por adiar a primeira partida da decisão da Série B do Amador de Jundiaí entre Império Vila Ana e Vila Comercial. O anuncio do adiamento foi realizado na noite de sexta-feira.

Obras estão sendo realizadas no centro esportivo da Vila Rami, e o material que está no local pode ser usado como ‘arma’ caso ocorra algum tipo de distúrbio ou confusão no local. O Esporte Jundiaí constatou a sujeira na manhã de sexta-feira (8), conforme as fotos. O jogo será no domingo (10), às 13h. A Liga ainda não divulgou a nova data da primeira partida.






Foto: Thiago Batista

Piscina do Bolão recebe Festival e Torneio Guaruzão no domingo

Mais de 550 crianças entre seis e 14 anos devem participar da próxima edição do Festival e Troneio Guaruzão de natação. O evento será realizado neste domingo (10), a partir das 8h, na piscina do Bolão, e faz parte da programação da 6ª edição dos Festivais Time Jundiaí 2019.
Entre as crianças participantes, 250 integram o Time Jundiaí de Natação da Unidade de Gestão de Esporte e Lazer e outros mais de 300 são alunos de academias e clubes de Jundiaí e outros Municípios, como Várzea Paulista, Campo Limpo Paulista, Cabreúva e Santana de Parnaíba.
Nas categorias pré-mirim, mirim, petiz e infantil serão disputadas provas nas modalidades crawl e costas. Na primeira modalidade, todos os participantes receberão medalhas de participação. Já na modalidade costas, serão premiados os três primeiros melhores de cada categoria.
Durante o evento, os participantes são convidados a aderir à campanha “Esporte Solidário” de arrecadação de alimentos não perecíveis (exceto sal e açúcar) para destinação ao Fun…

Gestor de esportes de Várzea Paulista cutuca outras cidades

Em entrevista ao site oficial da Prefeitura de Várzea Paulista, Tiago Silso das Neves, gestor da Unidade Gestora de Esporte e Lazer falou sobre o Campeonato Amador de Várzea Paulista, que na sua visão ultrapassou outras cidades da região.
“Pra nós é um sentimento muito gratificante, ver esse resultado ser coroado, poder trazer o árbitro Fifa, de nível internacional. A região inteira não tem o que temos hoje em Várzea Paulista no futebol amador, a cidade se tornou referência, passamos outros municípios que tem investimentos muito maiores que os nossos. Graças ao nosso trabalho sério deu neste sucesso”, declarou.
Luiz Antonio de Oliveira, mais conhecido como Cobrinha, esteve presente no jogo. Um dos mais respeitados repórteres esportivos da região e especialista sobre futebol amador comentou: “De maneira geral, sou suspeito para falar porque acompanho o futebol de Várzea desde 1955. É um dos campeonatos mais organizados da região”, disse ao site da Prefeitura de Várzea Paulista.
Foto: Sit…

Série A - Jundiaí: Ingro faz dois e Ponte larga na frente na decisão

A Ponte Preta da Agapeama venceu o Estrela por 2 a 1 no primeiro jogo da decisão da Série A do Campeonato Amador, neste domingo (10), no estádio Jayme Cintra. O destaque da partida foi Ingro autor de dois gols para a Macaca.
O brilho do atacante começou aparecer aos 8 minutos de jogo, quando fez o 1º gol da decisão. Aos 35 minutos, o Estrela empatou com gol de pênalti anotado por Bruninho. Mas quatro minutos depois, Ingro novamente apareceu, e marcou o segundo da Ponte. No segundo tempo, os dois times buscaram o gol, mas as defesas foram mais eficientes.
A decisão está recheada de ex-jogadores do Paulista. Pelo lado da equipe da Agapeama, além de Ingro, participaram Fábio Gomes, Mamadeira e Branquinho. No time da Ponte São João tem Marcelo Vilela, Marcinho e Fábio Vidal.
A segunda partida da decisão será no dia 24 (dia 17 não haverá rodada, em virtude do feriado prolongado). O local da finalíssima ainda não foi definido pela Liga Jundiaiense de Futebol. A Ponte pode até perder por um go…