Atleta de Jundiaí é esperança de levar seleção à medalha no Pan - Esporte Jundiaí Pular para o conteúdo principal

Atleta de Jundiaí é esperança de levar seleção à medalha no Pan


O pólo aquático masculino do Brasil também planeja garantir a vaga olímpica para Tóquio em 2020 e para isso a seleção brasileira busca o título da competição nos Jogos Pan-Americanos que estão ocorrendo em Lima, no Peru. A estreia da modalidade será neste domingo e o Brasil pega na estreia de cara os anfitriões do Pan: os peruanos.

Segundo o atleta jundiaiense, hoje jogador do Sesi São Paulo, Rudá Franco (também padrinho e coordenador do projeto esportivo e social de pólo aquático da Associação Aquática Jundiaí (AAJ) a seleção brasileira está bem preparada e a meta é conquistar o título.

A medalha de ouro escapou quatro anos antes, no Pan de 2015. “Temos que ir degrau por degrau, passar em primeiro do grupo, vencendo todos os adversários para depois crescer na fase de playoffs. Nossa meta é conquistar a vaga para Tóquio 2020 e para isso precisaremos ser campeões. Em 2011 fomos bronze e em 2015, prata”, ressalta Rudá. Outras forças no masculino são EUA, Canadá, Porto Rico e Cuba.


A seleção brasileira, agora sob o comando de Ricardo Azevedo (antes era o jundiaiense André Avallone) acabou de participar do Mundial de Pólo Aquático na Coréia do Sul, quando ficou em 13º lugar.

“Nossa participação no Mundial foi relativamente boa já que o foco era chegar em no Pan-Americano, mesmo com um grupo difícil diante de Itália, Alemanha e Japão. Posso dizer que a evolução do time foi nítida com o passar dos jogos.

Sobre os adversários da primeira fase, México e Argentina são em tese mais complicados do que a seleção peruana, oponente da estreia.

Matérias mais populares da semana

Seis ginastas do Time Jundiaí são premiadas no Troféu São Paulo

A equipe de ginástica rítmica do Time Jundiaí participou no final de semana do Troféu São Paulo em São Bernardo do Campo e saiu com seis medalhas de destaque do evento.

Foram premiadas: - Nível A (6 a 8 anos - coreografia mãos livres): Ana Luísa Grana e Mariana Mendes - Nível B (a partir de 9 anos - coreografia mãos livres): Heloísa Leonardo, Eduarda Colombo e Lhana Barbosa. - Nível C (a partir de 9 anos - coreografia corda): Lana Carrero

Fotos: Time Jundiaí

6 anos depois, Morato faz outro gol de título: Série B do Brasileiro

Em 2013, Morato foi o grande nome da final do Campeonato Amador de Jundiaí, quando marcou os dois gols do Palmeiras do Medeiros nas duas partidas contra o Jamaica. E a estrela do jogador gosta de aparecer em jogos decisivos. Nesta sexta-feira (15), em Bragança Paulista, ele marcou pelo Bragantino o gol do título da Série B do Brasileirão, no empate por 1 a 1 com o Criciúma.
O gol de Morato foi o de empate, aos 38 minutos da etapa inicial (Andrew fez 13 minutos antes o gol dos catarinenses). O empate foi o suficiente para o alvinegro chegar aos 72 pontos e não poder ser mais alcançando por nenhum outro clube, e ficando com a taça de campeão com duas rodadas de antecipação. Foi a 2ª conquista da Segunda Divisão Nacional pelo Braga (foi campeão pela primeira vez em 1989).
Morato chegou ao Bragantino após a disputa do Campeonato Paulista, onde defendeu o Ituano. O Bragantino para a Série B do Brasileiro oficializou uma parceria com a empresa Red Bull (o energético também negociava com o Pau…

TJD-SP multa Paulista por ocorrências na final da 4ª divisão

Em sessão do Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo na segunda-feira (11), o Paulista foi multado em R$ 200 por ocorrências na decisão da 4ª divisão do Paulistão, no Jayme Cintra, há 10 dias.
O Galo foi julgado, pois o árbitro Douglas Marques das Flores, relatou na súmula que aos 89 minutos de jogo foram acesos “vários sinalizadores pela torcida do Paulista onde não interferiu no jogo”.
O Paulista foi multado, pois os auditores aceitaram punir o clube de acordo com o artigo 213 – inciso I do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (desordens em sua praça de desporto).
Marília leva multa O Marília também levou multa. E mais salgada. O clube terá que pagar R$ 500 em virtude de ter entrado atrasado em 5 minutos no horário programado para o cerimonial de abertura da decisão. Os jogadores Bruno e Mykael foram suspensos por uma partida – a ser cumprida em qualquer competição da FPF no próximo ano, além do auxiliar-técnico Edmar Costa.
Batatais O TJD soltou despacho informando que o Batat…

Diretores do Galo e da Kah falam em entrevistas na Difusora

Integrantes das diretorias do Paulista e da Kah Sports concederam entrevistas durante a semana ao apresentador Adilson Freddo, na Rádio Difusora, para falar da atua situação do futebol profissional do Galo.
Na terça-feira (12), o presidente do Galo, Rogério Levada falou sobre o racha entre a Kah Sports e o CT Fut Talentos, o que pode dificultar a permanência dos parceiros no clube no ano que vem, para a disputa da Série A3, a partir de janeiro. “A Kah fez um belíssimo trabalho, mas o contrato que temos é com a Fut Talentos, e é com eles que conversamos. Tenho de cumprir o contrato, mas houve uma desavença entre eles. Os dois fizeram um bom trabalho e lamentamos o ocorrido. Nossa expectativa é que isso se resolva o mais rápido possível.”
Na quarta-feira (13), Hikmat Derbas, diretor da Kah Sports, confirmou que o contrato de parceria do Paulista é a com CT Fut Talentos e explicou como funcionava. “O vínculo do Paulista é com a CT Fut Talentos. Nós entravamos com a gestão junto com eles e …

Campeão amador de 2004 está no radar do Paulista para 2020

Campeão amador em 2004 com a camisa do Cruzeiro da Vila Maringá, marcando o gol do título sobre o União da Vila, o ex-meia atacante Luís Müller está no radar do Paulista para comandar a equipe na próxima temporada, quando o clube disputará a Série A3 do Paulistão. Em entrevista ao Jornal de Jundiaí ele admitiu que recebeu um contato de um representante do Paulista. Ao JJ, o presidente do Galo, Rogério Levada, confirmou que pessoas ligadas ao clube conversaram com Luís Müller.
Müller conhece bastante Jundiaí. Atuou no Campeonato Amador por três clubes, ficando marcado na história do Cruzeiro da Maringá, ao marcar sobre o União da Vila na decisão, o gol do título do clube, em 2004.
Histórico jogador dos anos 90, quando atuou como meia-atacante, jogou em diversos clubes do Brasil, com destaque por São Paulo, Santos, Guarani, Portuguesa, Sport de Recife e Bragantino.
Como treinador, o profissional trabalha há 12 anos. Seu melhor trabalho foi no Atibaia, onde foi vice-campeão da Bezinha de …