Header AD


30 de setembro de 2019

Festivais esportivos de Jundiaí atraem famílias para o Bolão



A manhã de sábado foi de intensas atividades no Bolão. Com a realização da 21ª edição do Festival Regional de Tênis (Frete) e a 3ª edição do Festival Regional de Basquete sub-12, o espaço recebeu famílias e atletas de diversas cidades para as competições. As atividades, organizadas pelos departamentos da Unidade de Gestão de Esporte e Lazer e Programa de Esportes e Atividades Motoras Adaptadas (PEAMA) objetivam ampliar a interação entre os alunos e difundir as oportunidades de práticas esportivas disponíveis gratuitamente na cidade.

Foi nas quadras de tênis do Bolão que o Peama nasceu e, por isso, o Frete é um dos eventos mais esperados pelos alunos. “O tênis está relacionado com a história do PEAMA e integrar outras cidades na participação da atividade é o resultado de um trabalho com mais de 20 anos”, comenta o diretor do departamento de esportes adaptados, César Munir.

Com a participação de delegação da cidade de Limeira, da Associação de Reabilitação Infantil Limeirense (Aril), as partidas de tênis contaram com categorias diferenciadas para a participação dos 48 inscritos. Na quadra regular os competidores realizaram partidas unificadas, ou seja, pessoa com deficiência e convidado. Já nas partidas em quadras reduzidas, as habilidades foram exigidas em saques e iniciação.

Ramira Oliveira, 19 anos, é aluna da Aril e pela primeira vez esteve em Jundiaí. “Eu gosto muito de tênis e já treino há algum tempo. Também jogo basquete na minha cidade”, conta a moça, ao lado do colega Vinícius Marcelino, 20 anos. Ele, além do tênis, também treina futebol pela associação limeirense e joga na posição de atacante.

Luciano Carvalho de Matos, 37 anos, é aluno do PEAMA. “Eu torço pela conquista dos colegas. Nunca participei de competição internacional, mas a vitória dos amigos, é a minha vitória. Comemoramos juntos”, explica o rapaz.

Mãe de duas crianças alunas do Peama (André e Clara), Kalinca Andrea Timponi Ritoni, destaca a importância do evento. “Os festivais promovidos pelo Peama proporcionam interação, desenvolvimento da autoestima e autonomia. Meus filhos participam e toda a família participa junto”, comenta.

Basquete
O 3º Festival Regional de Basquete sub-12 reúne cerca de 20 núcleos de treinamento da modalidade de Jundiaí e cidades do entorno. De acordo com a educadora esportiva Mariana Antonelli, mais de 200 crianças participaram da atividade, que é realizada a cada três meses, em Jundiaí. “A intenção é difundir a prática esportiva entre as crianças. O município conta com espaços gratuitos para a prática de basquete e de outras modalidades”, explica.

Nelson Vecchi Júnior, 46 anos, é pai de Natália Cardoso, 10 anos, e a acompanha em todas as competições que a garota participa. “O esporte mudou a vida da minha filha, com valores, companheirismo e a própria atividade física. Ela treina quase todos os dias”, conta, orgulhoso. A menina sabe bem o que quer com a modalidade. “Meu objetivo é me tornar profissional e viajar o mundo jogando basquete e representando o Brasil nas competições”, explica.

Caçula na turma da modalidade do Bolão, Lucas Mango, 9 anos, também se vê como profissional. “Eu quero seguir a carreira como jogador. Já tenho o meu irmão, que tem 13 anos, que está jogando comigo”, comenta o menino.
Festivais esportivos de Jundiaí atraem famílias para o Bolão Festivais esportivos de Jundiaí atraem famílias para o Bolão Reviewed by Thiago Batista on 15:09 Rating: 5