Cristiano disputa o Brasileiro no aeroporto internacional de Belo Horizonte - Esporte Jundiaí Pular para o conteúdo principal

Cristiano disputa o Brasileiro no aeroporto internacional de Belo Horizonte



As motos vão invadir o aeroporto internacional de Belo Horizonte, em Confins neste final de semana. Será neste local que será disputada a última etapa do Campeonato Brasileiro de motocross. O piloto da equipe KTM Sacramento IMS Racing, Cristiano Lopes, encara a última etapa nacional na categoria MX4 depois de enfrentar uma temporada difícil. A prova será neste sábado.

Ele ficou afastado das competições durante três meses por conta de uma lesão na fíbula direita, sofrida em um treinamento no dia 17 de abril – o piloto precisou colocar quatro parafusos e uma placa no tornozelo.

A lesão comprometeu a temporada do piloto, que agora está na quarta colocação na classificação geral, com 81 pontos somados.

“A lesão me atrapalhou muito. Venci a primeira etapa e me lesionei. Fui retornar ao Brasileiro somente na quarta etapa já fora de ritmo, mas não tenho o que reclamar. Apesar das dificuldades, poder concluir a temporada dentro das pistas e recuperado é motivo de alegria. Para mim, ter a chance de correr em Belo Horizonte depois da lesão já é uma vitória”, explica.

A pista no aeroporto de Confins está localizada às margens da LMG-800 e o circuito montado para a etapa tem 1.625m de extensão e seis de largura, com uma estrutura para 15 mil pessoas.

“É uma pista reservada para o esporte a motor. Não conheço nada dela, mas sei que ela foi reformada e será uma novidade para todos os pilotos, não só para mim. Vai ser curioso e muito legal correr lá”, explica.

Cristiano correu em apenas cinco das sete etapas do Nacional neste ano, devido a lesão. Na primeira etapa, em Alfenas-MG, ele ficou com a primeira colocação, na quarta etapa em Fama-MG, que marcou seu retorno ao Brasileiro, ele conquistou a quarta colocação, subindo ao pódio.  Na penúltima etapa, em Faxinal-PR, ele terminou na sexta colocação, devido a uma forte gripe, o que comprometeu seu desempenho. Em Jarinu, na última prova, o jundiaiense chegou em segundo lugar.

Ele não competiu nas etapas em Morrinhos-GO e Três Lagoas-MG por conta da lesão. O Campeonato Brasileiro tem sete etapas.

Foto: Divulgação