Paulista vence novamente e está a um passo de sair do pesadelo da 4ª divisão estadual - Esporte Jundiaí Pular para o conteúdo principal

Paulista vence novamente e está a um passo de sair do pesadelo da 4ª divisão estadual



O Paulista está a um passo de sair do pesadelo da 4ª divisão do Paulistão. Neste sábado, o Galo venceu o Assisense por 2 a 0, no Jayme Cintra, vencendo a série de quartas de final por 4 a 0. Neste sábado, marcaram João Paulo e Victor Emerson. Agora o Tricolor espera a definição do seu adversário na semifinal, que sairá neste domingo. Podem ser Francana, Marília, Rio Branco de Americana e Flamengo de Guarulhos. Destes que tiver pior aproveitamento no geral, será o rival da equipe jundiaiense.


Semifinal com cara de final de campeonato
Agora o Paulista terá a semifinal pela frente. Mas com cara de decisão de Campeonato Mundial. É a etapa mais importante do torneio, onde os vencedores das duas séries além de garantir vaga na final, conquistam o passaporte desejado: disputar a Série A-3 (3ª divisão) do Paulistão, em 2021. 

A disputa será em duas partidas. Já se sabe, que o Galo fará o 1º jogo – entre 11 e 13 de outubro, fora de casa. A segunda e decisiva partida será em Jundiaí, provavelmente no dia 19 de outubro, às 16h.


Vantagem na semifinal
Com a vitória neste sábado, o Paulista mais do que ratificou o direito de jogar pela vantagem do empate no placar agregado na semifinal. E caso conquiste a vaga na decisão, o Tricolor também terá a vantagem de jogar em Jundiaí, e com a vantagem da igualdade no placar, se vencer um dos dois jogos da semi.


A partida deste sábado
O primeiro tempo teve domínio do Paulista, com três grandes oportunidades de gol. Duas foram com Edinam. A primeira sem goleiro, ele mandou de peixinho, para fora. A outra oportunidade, o camisa 9 acertou o travessão. O Paulista tem ótima oportunidade com Jeferson, que sem marcação, chutou em cima do goleiro Giovani.

O Assisense, mesmo precisando vencer por três gols de diferença, mais bateu do que jogou. Foram quatro amarelos para atletas do time no primeiro tempo. Mas acertou uma vez a trave de Matheus Lopes, em cobrança de falta, rasteira, de Wilton.


Mas no segundo tempo, na primeira oportunidade que teve, o Paulista matou a série. Em cobrança de falta de Yan, João Paulo na pequena área, subiu mais alto, e de cabeça, fez 1 a 0 para o Galo. 5º gol do defensor na competição.

Após o gol, o Assisense jogou a toalha, e o Paulista apenas controlou a partida. E para no fim selar a sua classificação com chave de ouro. Um golaço coletivo. Terra tocou para Alex na direita, que tocou para Jeferson. Ele deixou de calcanhar para Victor Emerson, cortar o marcador e mandar no canto esquerdo. Um golaço, para confirmar  a vaga do Galo na fase semifinal. Mas no fim do jogo, três expulsões - duas do Assisense - Rafinha e Daniel e o Paulista não terá o seu goleiro Matheus Lopes, todos expulsos de forma direta - por confusões e faltas fortes. 



PAULISTA 2 x 0 ASSISENSE (agregado: Paulista 4 x 0)

PAULISTA 
(esquema 1-4-3-3)
Matheus Lopes
Victor Emerson
Joaquim
João Paulo
Yan
Demarchi (Kawan)
Gabriel Terra
Nenê (Alex)
Matheus Morais
Jeferson
Edinam (Stangari)
Técnico: Edson Fyu

ASSISENSE
(esquema 1-4-3-3)
Giovani Rosa
Paulinho (Igor)
Alemão
Kaká
Wilton
Giovani
Omar
Xandão (Daniel)
Rafinha
Cesinha
Varão (Silva)
Técnico: Paulo César

Árbitro: Flávio Mineiro
Auxiliares: Daniel Zoli e Alberto Poletto

Gols
João Paulo, aos 6min do segundo tempo (1 x 0)
Victor Emerson, aos 42min do segundo tempo (2 x 0)

Cartões amarelos
Paulista: Terra
Assisense: Alemão, Omar, Kaká, Wilton, Xandão e Cesinha

Cartões vermelhos
Assisense: Daniel, aos 42min do segundo tempo (direto) e Rafinha, aos 45min do segundo tempo (direto)
Paulista: Matheus Lopes, aos 45min do segundo tempo (direto)

estádio Jayme Cintra
Público: 1.578 pagantes
Renda: R$ 22.540,00

Fotos: Thiago Batista – Site Esporte Jundiaí

Matérias mais populares da semana

Paulista acerta com jogadores do Guarulhos e Amparo para 2020

O Paulista já tem os seus primeiros reforços para a temporada 2020 da Série A3 do Estadual. Jogadores dos clubes de Guarulhos e do Amparo que estavam na ‘Bezinha’ estão entre as novidades.
Os novos reforços são: - Bruninho, meia-atacante do Flamengo de Guarulhos Jogador tem 22 anos e enfrentou o Paulista nos dois jogos da semifinal. Atuou em 23 jogos e marcou apenas dois gols na 4ª divisão deste ano
- Cafu, lateral do XV de Jau Mailon, ou simplesmente Cafu, tem 22 anos, é um atacante que atou como lateral no clube de Jaú na ‘Bezinha’. O atleta que pertenceu ao Itapirense atuou emprestado no XV de Jaú e fez 16 jogos na 4ª divisão e não marcou gols. Um ano antes atuou pelo Visão Celeste, clube do Rio Grande doNorte, na 2ª divisão Estadual e fez apenas três jogos na temporada 2018.
- Maicon, zagueiro do Amparo Maicon Firmino, de 22 anos, jogou apenas 11 vezes na 4ª divisão do Paulistão pelo clube de Amparo. Dos quatro jogos que o time alvinegro fez contra o Paulista na temporada deste ano, o jo…

Paulista vence jogo-treino contra o Wolves no Jayme Cintra

O elenco profissional do Paulista venceu o seu primeiro jogo-treino preparatório para Série A3 de 2020. A equipe enfrentou o Wolves Rush Soccer, time sediado em Várzea Paulista, que disputa torneios nas categorias de base e goleou o adversário por 5 a 0. 

O time varzino esteve em campo com seis atletas que estiveram no Campeonato Amador de Jundiaí, segundo a Rádio Difusora. Os gols do Tricolor foram de Arthur (meio-campista), Daniel (lateral/atacante), Alan John (atacante), Nenê (meia-atacante) e Bruninho (meia-atacante).

O treinador Edson Fio escalou a seguinte equipe no começo do jogo-treino, segundo a Rádio Difusora: Matheus Lopes; Victor Emerson, Ronaldo, Zulu e Ian; Magno, Arttur, Kawan e Bruninho; Nenê e Alan John.

O Wolves é uma equipe conduzida pelo ex-meio-campista do Tricolor, Fábio Gomes, maior campeão na história do clube como atleta (uma Copa Paulista, uma Copa do Brasil, um Brasileiro da Série C e uma Série A-2 do Paulistão). Recentemente esteve atuando na Série A do Amador…

Jundiaiense marca gol do título do Pato na Liga Nacional de Futsal

O jundiaiense Jhow marcou o gol do título da Liga Nacional de Futsal (LNF) do Pato Futsal, da cidade de Pato Branco, em uma goleada histórica. A equipe venceu neste domingo o Sorocaba, na casa do adversário por 6 a 0, conquistando o legítimo bicampeonato da LNF – equipe venceu o torneio no ano passado, quando o atleta não defendia o Pato.
Jhow marco o sexto gol da partida, aos 16 minutos do segundo tempo, em chute da sua quadra de defesa, após roubar a bola do goleiro-linha Leandro Lino, de Sorocaba. O Pato venceu os dois jogos da final, já que em casa, na semana passada, derrotou o adversário por 3 a 2.

O atleta de 28 anos começou a sua carreira nas categorias de base do Clube São João, onde já destacava. Na competição, Jhow marcou 10 gols.

Premiação em Várzea Paulista 2019 é marcada por tributos

O evento de encerramento do futebol amador e veterano de 2019 de Várzea Paulista foi marcado por muita emoção e festividade na segunda-feira (2). A cerimônia foi prestigiada pelos jogadores e seus familiares e teve como objetivo prestigiar os melhores atletas das competições.
O prefeito Juvenal Rossi estava na cerimônia e parabenizou a todos os envolvidos nos jogos dessa temporada. Também ficou satisfeito ao dizer que não houveram brigas durante os jogos. “Moro ali do lado do campo do Cruz Alta, eu sei como foi difícil tirar aquelas brigas que aconteciam a anos atrás, e agora, a cada temporada está melhor” conta. “É uma torcida animada, um pessoal que sabe se divertir, então eu só tenho a agradecer”.
Dentre as celebrações e tributos, o gestor Thiago das Neves se emocionou após um vídeo feito em homenagem ao falecido jogador da Nova Desportiva, Luiz Guilherme Souza Flauzino (Gui). O jovem de 28 anos havia desaparecido na praia do Felix, em Ubatuba. Após 16 dias de busca, seu corpo foi av…

Basquete sub-21 do Time Jundiaí é campeão invicto

O basquete masculino sub-21 do Time Jundiaí levantou o troféu de campeão da Associação Regional. No ginásio do Sesão, nesta quarta-feira (4), a equipe jundiaiense derrotou o XV de Piracicaba por 91 a 55. O título foi de maneira invicta, já que o time comandado por Leonel Menezes venceu os 12 jogos que disputou.

“Tem um gosto bom, mas ao mesmo era uma pressão grande, pois chegar na final e não podia dar chance para o adversário, ainda mais em uma partida apenas. A conquista mostrou a força de trabalho do Time Jundiaí”, detalhou.

A final Na partida decisiva, os destaques foram Ginaldo com 19 pontos, Dex com 10 rebotes e Guilherme com 6 assistências. Lucas teve um double-double na partida: 12 pontos e 10 rebotes. O jogo somente deslanchou a partir do terceiro quarto, já que na soma dos dois primeiros períodos terminou 39 a 34 para Jundiaí.

“A gente esperava uma equipe de Piracicaba com muita qualidade, mas não tinha muitos jogadores no banco para troca, e poderíamos ter uma vantagem …