Header AD


23/10/2019

TJD-SP multa Marília por cantos homofóbicos. Clube pode jogar decisão em casa no sábado



O Marília vai poder jogar em casa a primeira partida da decisão da Segunda Divisão Estadual (4ª série do Paulistão). Em julgamento realizado na segunda-feira pelo Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP) o clube foi multado em R$ 1.500, em virtude de cantos homofóbicos praticados por alguns dos seus torcedores, na partida de ida da semifinal, há duas semanas, quando o time venceu o Fernandópolis por 2 a 0. Na ocasião o árbitro Humberto José Junior relatou os acontecimentos na súmula.

A decisão entre Paulista e Marília começa no próximo sábado (26), às 19h30, no estádio Bento de Abreu Sampaio Vidal, em Marília. O segundo e decisivo jogo será no dia 2 de novembro (sábado), às 16h, no estádio Jayme Cintra. Por ter melhor campanha, o Paulista se sagra campeão com dois empates.

Nas duas partidas da final, o goleiro Matheus Lopes está liberado. Ele foi julgado também na segunda-feira (21) pelo TJD-SP e pegou um jogo de suspensão - já cumprido, em virtude da sua expulsão no jogo de volta das quartas de final, contra o Assisense (vitória por 2 a 0).
TJD-SP multa Marília por cantos homofóbicos. Clube pode jogar decisão em casa no sábado TJD-SP multa Marília por cantos homofóbicos. Clube pode jogar decisão em casa no sábado Reviewed by Thiago Batista on 12:23 Rating: 5