24/01/2020

Basquete feminino: Tainá Paixão espera Pré-Olímpico bem difícil



A seleção feminina de basquete segue firme na rotina de treinos. Em São Januário, no Clube de Regatas Vasco da Gama, o grupo trabalha forte de olho no Pré-Olímpico Mundial e em uma vaga em Tóquio 2020. Mas, se engana quem pensa que o Brasil está de olho apenas na estreia diante de Porto Rico. O respeito pelas rivais é gigante, e a jundiaiense Tainá Paixão sabe que o duelo no dia 6 de fevereiro será dificílimo. A seleção também espera ir bem diante de França e Austrália, e a ala-armadora garantiu que as meninas trabalham para isso.

“A gente com uma preparação muito forte. Começamos os treinos fazendo testes para ver o quanto a gente melhorou da preparação passada. Estamos estudando os adversários, e está ocorrendo tudo bem até agora. Esperamos chegar fortes lá. A gente sabe que serão jogos bem difíceis, e esperamos ir bem não só no jogo contra Porto Rico, que será complicado, mas contra França e Austrália. Chegar lá para ganhar todos os três times”, citou Tainá Paixão.

Antes da chegada em Bourges, o time fará um amistoso contra a Sérvia, no dia 3 de fevereiro, em Belgrado, o último estágio de preparação. A seleção chega na Europa no dia 28 de janeiro e treinará até o amistoso na capital sérvia. A estreia no Pré-Olímpico será contra Porto Rico, no dia 6 de fevereiro. Depois, o time pega França e Austrália nos dias 8 e 9. Três países se classificam para Tóquio 2020.
Basquete feminino: Tainá Paixão espera Pré-Olímpico bem difícil Basquete feminino: Tainá Paixão espera Pré-Olímpico bem difícil Reviewed by Thiago Batista on 06:00 Rating: 5