Um dos grandes rivais na história do Paulista, o Clube Atlético Bragantino mudou nesta quarta-feira (1º) de identidade e escudo. O Bragantino divulgou o escudo e o nome que passará a usar a partir de 2020. Com o futebol controlado por uma empresa austríaca do ramo de energéticos desde maio de 2019, o Massa Bruta agora terá um escudo semelhante ao dos outros times que são geridos pela instituição, como o Leipzig na Alemanha e o Salzburg na Áustria. As mudanças já estavam previstas para o início deste ano quando o acordo de parceria foi firmado.

A mudança mais forte é nas cores do escudo: saem o vermelho e branco, para incorporação do azul e vermelho, com branco, e um círculo amarelo no meio do escudo.


Paulista e Bragantino agora se assemelham na história de mudar seus nomes, ganhando nomes de empresas. O Tricolor de Jundiaí em 1995 acrescentou a marca de uma empresa de fios e cabos elétricos em seu nome. Essa parceria durou até 1997. Entre 1998 e 2002, o Galo teve outra parceria que mudou completamente seu nome, ganhando o nome de um extrato de tomate, seu escudo, e tirando a cor preta das cores oficiais – permanecendo o vermelho e preto.

Paulista e Bragantino não se enfrentam desde a temporada 2016, quando disputaram a Copa Paulista. Foram dois confrontos naquele ano, com duas vitórias do time de Bragança Paulista: 1 a 0, no Nabi Chedid, e 3 a 0, no Jayme Cintra. A última vez que o Tricolor ganhou do Braga foi no Paulistão de 2012: 2 a 0 sobre o arquirrival.


Após firmar a parceria, no encerramento do Paulistão de 2019, o Bragantino conquistou no segundo semestre o acesso no Campeonato Brasileiro da Série B e nesta temporada disputará a Série A do Campeonato Brasileiro.