Romário se emociona por voltar a vestir camisa da seleção - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Romário se emociona por voltar a vestir camisa da seleção

10/01/2020

Romário se emociona por voltar a vestir camisa da seleção


Quando entrou em campo no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza, Romário foi um dos jogadores mais festejados. O atacante voltou a vestir a camisa da seleção brasileira com o time de Lendas, na capital cearense, em jogo que festejou a conquista do tetracampeonato mundial de 1994.

Artilheiro do Brasil na conquista da Copa do Mundo, Romário jogou todo o tempo na partida desta quinta-feira. Se o gol não saiu, a emoção de reencontrar a torcida brasileira bateu forte.

"Feliz, grato e até emocionado por estar participando dessa festa hoje. Esses caras que abriram uma nova porta para o futebol brasileiro. A gente estava há muitos anos sem ganhar em 94 e deu essa alegria à nossa população. É um dos títulos mais importantes da história do Brasil e temos que comemorar sempre", destacou o atacante.


Escolhido pelos próprios jogadores e comissão técnica como capitão, Romário ficou em campo durante todos os 70 minutos de disputa do jogo entre Brasil e Itália. Mas, assim como na final da Copa do Mundo, acabou não conseguindo furar a sempre boa defesa da Azzurra.

Durante o jogo, Romário mostrou o seu faro de artilheiro. Mas foi freado pela arbitragem. Ainda no primeiro tempo, o atacante balançou as redes, mas viu o gol ser anulado corretamente por impedimento. Nada que tenha impedido a festa dos presentes, que puderam vê-lo de perto.

Antes da partida, Romário recebeu do presidente da CBF, Rogério Caboclo, uma medalha em homenagem às lendas que conquistaram a Copa do Mundo de 1994 pelo Brasil. Também foram homenageados os técnicos Arrigo Sacchi e Carlos Alberto Parreira e Franco Baresi, capitão da Itália.

Tabelas


Temas