Por Thiago Batista
Foto: Divulgação

Nascido em Jundiaí e atualmente governador do estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel fez uma declaração bastante infeliz sobre o coronavírus com o futebol, ao liberar a disputa das partidas, mas com os portões fechados ao público.

“(Os jogos) serão com portões fechados. Com portões fechados não tem aglomeração. Sobre o contato entre os jogadores, aí é risco deles”, afirmou o governador em coletiva na última sexta-feira.

A fala do jundiaiense foi bastante criticada por profissionais de imprensa e jogadores, entre eles o capitão do Vasco da Gama, Leandro Castán.

“Risco é nosso, grande resposta, grande governador, obrigado pelo respeito com os atletas”, afirmou.