Header AD


04/03/2020

Grand Prix de Judô em Marrocos é cancelado


Por Redação do Esporte Jundiaí

Em meio à epidemia de coronavírus (Covid-19), mais uma competição esportiva foi cancelada a poucos dias da abertura. Na tarde desta terça (3), a Federação Internacional de Judô (IJF) anunciou a suspensão do Grand Prix de Rabat (Marrocos) que começaria na próxima sexta-feira (6). De acordo com a entidade, a decisão foi tomada pelo governo de Marrocos que, assim como outros países, optou por evitar eventos com aglomerações públicas. Para não prejudicar os atletas, a IJF reabriu o período de inscrições para o Grand Slam de Ecaterimburgo (Rússia), com início no dia 13 de março.

Ao todo 13 judocas brasileiros participariam do Grand Prix de Rabat. Em ano olímpico, o torneio de Marrocos seria mais uma oportunidade de os atletas melhorarem a pontuação no ranking mundial, já que a corrida em busca de uma vaga em Tóquio só termina em maio. É o caso da judoca piauiense Sarah Menezes (da categoria até 52 Kg). A campeã olímpica de 2012 ainda busca somar pontos para carimbar presença nos jogos de Tóquio. Até o momento, a titular na categoria até 52Kg é a meio-leve Larissa Pimenta, também inscrita no Grand Prix de Rabat.

A delegação feminina brasileira teria ainda na disputa em Marrocos Nathália Brígida (-48Kg), Ketelyn Nascimento (-57Kg), Jéssica Pereira (-57Kg) e Ellen Santana (-70Kg). No masculino competiriam Phelipe Pelim (-60Kg), Allan Kuwabara (-60Kg), Diego Santos (-66Kg), Eduardo Barbosa (-73Kg), Marcelo Contini (-73Kg), João Macedo (-81Kg) e Edu Lowgan Ramos (-81Kg).
Grand Prix de Judô em Marrocos é cancelado Grand Prix de Judô em Marrocos é cancelado Reviewed by Thiago Batista on 11:00 Rating: 5