Por assessoria de imprensa
Foto: Divulgação

O futebol brasileiro é rico em craques e histórias. Algumas se enraízam ao ponto de virar lenda, como a do imenso público que assistiu na rua Javari ao gol antológico do Pelé. Outras tantas se perderam no tempo, nas memórias de seus protagonistas e nas páginas amareladas dos jornais. Henrique Sudatti Porto é natural de Jundiaí (SP) e escreveu um livro com partidas de futebol que ocorreram sob neve.

Sim, apesar de inusitado futebol e neve já se encontraram por oito vezes no Brasil. E a história de cada uma dessas partidas será resgatada na forma de crônicas pelo livro ‘Pé-frio, futebol e neve no Brasil’, que se encontra em processo de financiamento coletivo na plataforma Catarse (https://www.catarse.me/pefrio).

Tendo como foco as dificuldades dos atletas, que não estavam preparados para enfrentar condições tão adversas, surgem histórias como a do goleiro que vestiu meia-calça, da lua de mel interrompida, das lágrimas que congelaram, de Felipão entrando numa fria por duas vezes, de um dirigente sem papas na língua, entre outras.

Tudo embalado pelo prefácio do administrador de empresas e escritor Max Gehringer, historiador de futebol nas horas vagas, contando uma história pouco conhecida sobre a Seleção Brasileira de Futebol na Copa do Mundo de 1930, no Uruguai.

Com lançamento previsto para julho de 2020, ‘Pé-frio, futebol e neve no Brasil’ é um livro para todos que gostam de futebol, mas também para aqueles apreciam boas história. Prepare o café com conhaque e embarque nesta viagem no tempo.

Os jogos
17/06/1975 – Juventude 2x0 Internacional (SM)
12/08/1978 – Caxias 2x2 Cruzeiro (RS)
31/05/1979 – Chapecoense 3x2 Criciúma
31/05/1979 – Esportivo 0x0 Grêmio (RS)
31/05/1979 – Caçadorense 3x1 Palmeiras (SC)
31/05/1979 – Caxias 1x0 Grêmio Bagé
31/05/1979 – Internacional (SC) 1x1 Avaí
31/05/1979 – Gaúcho 0x0 Farroupilha

O autor
Henrique Sudatti Porto é natural de Jundiaí (SP), radicado em Jaraguá do Sul desde 1989. Pesquisador do Grêmio Esportivo Juventus, se deparou com a história dos jogos sob neve e se apaixonou. Arqueólogo esportivo, revirou arquivos históricos atrás de matérias de jornais e fotos que ajudassem a recontar a história de cada um dos jogos, numa pesquisa que iniciou em três partidas, mas quase triplicou ao final dos trabalhos. Autor do livro ‘A primeira vez do Moleque’ (ISBN 978-85-916599-5-1), colunista dos jornais O Correio do Povo e Jornal do Vale, além de editor da Portopédia e do Almanaque do Juventus.