A diretoria da Federação Paulista de Futebol (FPF) reforçou aos diretores dos 20 clubes que integram a Série A1 do Estadual em 2020 a intenção em concluir a competição de qualquer maneira. Em reunião por videoconferência nesta quarta-feira (15), a entidade se comprometeu a apresentar uma solução viável assim que receber uma sinalização dos órgãos competentes de saúde. Entre a cúpula da FPF e os clubes, nada se falou sobre uma ‘data limite’, o que abre a possibilidade até do Paulistão ser concluído em 2021 ou quando for possível.

Foi decidido também que todos os atletas e juízes serão testados e que as partidas serão disputadas inicialmente com os portões fechados.  A comissão médica da FPF está trabalhando no desenvolvimento de um protocolo de segurança, que proteja a saúde e integridade de todos os envolvidos nos jogos.

Em resumo, devido ao combate à pandemia da covid-19, não é possível obter qualquer previsão sobre o retorno dos jogos neste momento. Propostas estão sendo preparadas para diferentes cenários, dos mais otimistas aos mais pessimistas, e em alinhamento e concordância com a CBF.

O Campeonato Paulista parou após o término da 10ª rodada da primeira fase, em 15 de março. Os times ainda jogariam mais duas rodadas antes da fase de mata-mata, que teria quartas e semifinais em confrontos únicos. Só a grande final seria em duas partidas, ida e volta.


Por Thiago Batista