Desde o dia 10 de maio até 17 de maio, o Esporte Jundiaí colocará no ar textos relembrando um pouco a história gloriosa do Paulista Futebol Clube, que no próximo dia 17 comemora 111 anos de existência.

A Copa São Paulo de futebol júnior é a grande vitrine para quem sonha em ter uma carreira de sucesso no futebol para os jogadores. Para os clubes a chance de expor a sua marca de forma nacional. Em 1997, com uma parceria com a empresa Lousano Fios e Cabos Elétricos, o Lousano Paulista mostrou a todos do futebol que na base o Paulista tem uma camisa pesada e ganhou a competição sobre o poderoso Corinthians no lotado Canindé de corintianos. Começava ali a era vitoriosa de um dos grandes nomes da história do clube: Antonio Gilberto Maniaes, ou simplesmente Giba.

O Galo do Japi iniciou a campanha em Jundiaí. E foi uma fase de grupos com altos e baixos. Perdeu do Atlético Paranaense por 3 a 0, mas depois venceu o Juventus da Mooca por 2 a 1 e goleou o Criciúma por 4 a 1. Nas oitavas de final voltou a encontrar o time curitibano, vencendo desta vez: 3 a 2.

A partir das quartas de final a campanha entra para história por superar três de quatro clubes da caputal.  Passa, nas quartas, semi e final, respectivamente, por São Paulo (vitória por 3 a 2), Santos (êxito 2 a 1) e Corinthians (empate de 1 a 1 após 120 minutos e com vitória por 4 a 3 nos pênaltis).

No comando, o técnico Giba, campeão brasileiro com o Corinthians em 1990 como jogador. Em 1997 estava iniciando uma carreira vitoriosa como treinador no próprio Galo, que teve como consagração a temporada 2001, quando ganhou a Série A2 do Estadual e Série C Nacional.

Por Thiago Batista