PUBLICIDADE

Austrália e Nova Zelândia serão as sedes da Copa do Mundo de futebol feminino de 2023

PUBLICIDADE


Austrália e Nova Zelândia vão sediar a próxima edição da Copa do Mundo de futebol feminino, que será em 2023. A candidatura conjunta dos países superou a Colômbia na disputa para ser a casa do próximo mundial. Pela primeira vez a Copa do Mundo seja no naipe masculino ou no feminino será disputado na Oceânia.

No último dia 8 de junho, a CBF anunciou a desistência do Brasil em sediar o evento. Segundo a entidade, a Fifa considerou que o Governo Federal não apresentou as garantias para a realização do torneio.

O placar da votação foi de 22 a 13 a favor da candidatura dos países da Oceania, dentro dos 35 participantes do conselho que participaram da eleição. Membros das principais confederações do mundo, Uefa (Europa) e Conmebol (América do Sul) – inclusive a CBF votaram em bloco na candidatura colombiana, que foi a pior avaliada pelos especialistas no processo.

As outras organizações - Concacaf (Américas Central e do Norte), CAF (África), AFC (Ásia) e OFC (Oceania) - preferiram Austrália e Nova Zelândia, assim como o presidente Gianni Infantino.

Esta será a primeira Copa do Mundo Feminina a contar com 32 equipes na história. O torneio começou a ser realizado pela Fifa em 1991 e teve oito edições realizadas desde então - a última delas foi na França, no ano passado. Os Estados Unidos são os maiores vencedores – inclusive a última edição.

Por Thiago Batista /// Foto: Divulgação
Austrália e Nova Zelândia serão as sedes da Copa do Mundo de futebol feminino de 2023 Austrália e Nova Zelândia serão as sedes da Copa do Mundo de futebol feminino de 2023 Reviewed by Thiago Batista on 13:19 Rating: 5
PUBLICIDADE