PUBLICIDADE

Dívida pode impedir Corinthians de registrar novas contratações

PUBLICIDADE


O Corinthians ficará impedido de registrar novos jogadores caso não pague uma dívida com o Montevideo Wanderers, do Uruguai, ainda neste mês. O clube deve duas parcelas da compra dos direitos do zagueiro Bruno Méndez, de 20 anos.

A punição consta na decisão da Fifa que determinou ao Corinthians o pagamento da dívida – o Wanderers acionou a entidade no começo do ano para reclamar do calote.

Como explicou o presidente do Montevideo Wanderers, Gabriel Blanco, ao GloboEsporte.com em maio, o Corinthians pagou a primeira parcela, mas deve as que estavam previstas para junho e dezembro de 2019.

Ele não revelou o valor da dívida, mas o negócio por Bruno Méndez foi fechado em cerca de R$ 18,5 milhões.

O Corinthians tem pouco tempo para resolver a pendência. O prazo para o pagamento é 22 de junho, de acordo com um dirigente do clube.

Caso não cumpra a decisão, o clube será impedido de registrar novos jogadores, sejam atletas nacionais ou estrangeiros, por até três janelas – a punição é encerrada caso seja comprovada a quitação da dívida.

A sanção impediria o registro do atacante Jô, que negocia seu retorno ao Corinthians, e o do jovem Léo Natel, por exemplo.

Trata-se de uma decisão da Fifa que poderia ser recorrida ao TAS (Tribunal Arbitral do Esporte), na Suíça. Mas os custos dessa operação, para uma dívida reconhecida pelo clube, não compensam.

Por Redação Esporte Jundiaí
Dívida pode impedir Corinthians de registrar novas contratações Dívida pode impedir Corinthians de registrar novas contratações Reviewed by Thiago Batista on 17:00 Rating: 5
PUBLICIDADE