Ainda sem definir quando será a retomada do Paulistão, a Federação Paulista de Futebol (FPF) avalia decisões sanitárias e orienta os clubes para reduzir as chances de contágio por covid-19. Entre as medidas discutidas estão a compra de 3 mil testes e o veto às famosas resenhas dos jogadores pós-partidas e à contratação de profissionais que façam parte do grupo de risco.

"Não vamos fazer nada arriscado. Estamos nos propondo a fazer algo com controle absoluto. Tomando todos estes cuidados, estaremos mais seguros dentro do gramado do que num supermercado, onde colocamos a mão num pacote de bolacha ou de macarrão e corremos o risco de contaminação", disse o médico Moisés Cohen, presidente da comissão médica da Federação.

As medidas, contudo, são orientações da entidade aos clubes, com os quais Cohen esteve reunido na noite de quarta-feira para apresentar suas propostas. Segundo o médico, os times acataram todas as sugestões de forma unânime. Só falta agora a aprovação do presidente da entidade, Reinaldo Carneiro Bastos.

Por Redação Esporte Jundiaí