PUBLICIDADE

No TRT-15, FPF garante autorização de testes para jogadores dos times

PUBLICIDADE


A Federação Paulista de Futebol está tomando medidas e acordos judiciais para garantir o retorno das atividades do futebol, mediantes aos treinamentos, para ainda retornar entre junho e julho o Paulistão da Série A1.  Segundo a entidade, em nota publicada no seu site nesta sexta-feira (12), uma audiência virtual do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª região (TRT-15) entre a entidade e representantes de classe, Ministério Público, clubes e Governo do Estado de São Paulo nesta quinta-feira (11) foi definida a autorização para que os clubes (da Série A1 do Paulistão) iniciem a testagem dos atletas dos times para a covid-19 a partir de segunda-feira (15). A testagem para saber se o jogador testa positivo ou não para o coronavírus está dentro do protocolo antes do retorno dos treinamentos dentro de campo, mesmo de maneira individual nas dependências dos clubes. A volta aos treinos ainda não foi autorizada pelas autoridades e nem mesmo pelo TRT-15. 

Uma nova audiência ficou agendada para a próxima terça-feira, 10h, aguardando o Governo de São Paulo apresentar definições sobre a aplicação de todo o protocolo de retomada gradual aos treinos, informa a FPF.

A audiência de conciliação foi realizada pelo Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos – NUPEMEC do Tribunal Regional do Trabalho-15 (TRT-15).

A desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª região Ana Paula Pellegrina Lockmann, coordenadora do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) comentou sobre a reunião ao site do TRT.

“Um marco histórico para a Justiça do Trabalho e para o futebol, com muito diálogo social”, disse. A desembargadora reafirmou que apesar do consenso das partes, a pandemia trouxe novos e grandes desafios para todos que, de alguma forma, deverão reaprender a viver nesse “novo mundo”, no qual “teremos que nos reinventar, lembrando que daqui para a frente seremos mais “nós” do que “eu”, num mundo de “solidariedade e mais conscientização de todos pelo bem maior do esporte, do país e de todos”.


Na opinião do ministro Caputo Bastos, que foi convidado pela desembargadora Ana Paula Lockmann a participar da audiência, o encontro para mediação representa uma “iniciativa inédita para o concerto de vontades para o fim comum”, surgindo, no entanto, um ingrediente adicional em razão da pandemia, sendo relevante a participação das instituições.

O encontro contou com a presença de representantes da Federação Paulista de Futebol, clubes, Governo de São Paulo, Ministério Público de São Paulo e Ministério Público do Trabalho, além dos sindicatos dos Atletas, dos Treinadores do Estado e do ABC, dos Clubes e dos Árbitros.

Durante a audiência, foram discutidos alguns pontos importantes para um retorno seguro do futebol paulista, fundamentado no Protocolo de retomada gradual aos treinamentos apresentado pela FPF. O documento foi entregue ao Governo de São Paulo, e também para as  prefeituras de onde cada clube (da Série A1) tem sede. É aguardado um pronunciamento definitivo pelo Comitê de Contingência do Coronavírus de São Paulo e de cada administração municipal.

Na audiência chegou-se a um acordo para que fosse dado início aos procedimentos de testagens, a partir de 15 de junho de 2020, pelo período de três dias, havendo compromisso para designação de uma nova audiência – posteriormente à análise do Governo do Estado de São Paulo e do município de São Paulo, por meio de seus respectivos comitês – para eventuais e futuras deliberações quanto ao retorno dos treinos individuais.

Por Thiago Batista
No TRT-15, FPF garante autorização de testes para jogadores dos times No TRT-15, FPF garante autorização de testes para jogadores dos times Reviewed by Thiago Batista on 13:33 Rating: 5

Últimas - Confira!!!

PUBLICIDADE