Autoridades das sete cidades da região de Jundiai pediram nesta terça-feira (7) ao Governo do Estado de São Paulo que, as cidades do Aglomerado Urbano de Jundiai (AUJ) seja totalmente desmembrado da Região Metropolitana de Campinas no Plano São Paulo. Essa proposta caso seja aceita pode ser benéfica para o esporte para retornar as suas atividades de treinamento e competições amadoras e profissionais.  

A intenção é que as sete cidades do Aglomerado Urbano de Jundiaí (Cabreúva, Campo Limpo Paulista, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira e Várzea Paulista) sigam, de forma independente e com autonomia, estudos e dados epidemiológicos para ações na prevenção à covid-19, separados administrativamente da região de Campinas. Também o pedido do retorno das sete cidades para a fase laranja do Plano São Paulo. Neste plano, o esporte para ter liberação do retorno das suas atividades de treinamento e competições amadoras e profissionais precisa estar na fase 4, na fase verde, quando deverão adotar protocolos.

Luiz Fernando Machado, prefeito de Jundiaí e presidente do AUJ, detalhou que a região do Aglomerado é formada por uma realidade distinta e não pode ser tratada da mesma forma que a região metropolitana de Campinas.

“Por isso, reforçamos a importância deste pleito que envolve os sete municípios do AUJ, batalhando pela oportunidade de autonomia na avaliação de índices de ocupação de leitos, UTIs, enfermarias e respiradores. A nossa demanda é para que a independência do Aglomerado Urbano de Jundiaí se consolide de modo administrativo, não vinculado à região de Campinas, exatamente por ser essa região responsável por 4,5 milhões de pessoas, com realidades hospitalares, médicas e epidemiológicas distintas da nossa realidade”, explicou.

A proposta de desmembramento do Aglomerado Urbano de Jundiaí da região de saúde de Campinas, para efeito de avaliação do Plano São Paulo foi baseado em diversos aspectos, foi entregue por meio de um ofício apresentado ao Governo do Estado de São Paulo.

Uma nova reunião do Comitê Estadual (Centro de Contingência) será feita nesta quarta-feira (8), com participação do prefeito de Jundiaí, como presidente da AUJ.

Plano São Paulo
É o um programa do Governo do Estado com classificação de cinco fase que, com avaliação de leitos, estrutura da Saúde e dados de casos de covid-19, denomina cada região para restrição e retomada de atividades econômicas: vermelho (serviços essenciais); laranja (com flexibilização de determinados serviços com restrições); amarelo (com restaurantes, serviços de beleza, entre outros com restrições); verde (abertura parcial de mais serviços) e azul (normal controlado).

Por Thiago Batista
Foto: Divulgação – Prefeitura de Itupeva