O piloto inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, venceu neste domingo o Grande Prêmio de Estíria, disputado no circuito de Spielberg (Áustria). Com este triunfo ele ficou muito próximo de se tornar o piloto com o maior número de vitórias na Fórmula 1. A segunda posição ficou com o finlandês Valtteri Bottas, da Mercedes, enquanto o holandês Max Verstappen, da Red Bull, terminou em terceiro.

A corrida começou e terminou com muita ação. Os pilotos da Ferrari se tocaram na primeira volta quando Charles Leclerc mergulhou precipitadamente por dentro de Sebastian Vettel. O contato resultante danificou bastante ambos os carros, encerrando a participação da equipe no fim de semana.


Carlos Sainz, que teve sua corrida arruinada por um primeiro pit-stop lento, terminou em nono e marcou o ponto de bônus pela volta mais rápida após parar novamente e colocar pneus novos – mesmo com Verstappen tendo feito o mesmo. Daniil Kvyat completou os 10 primeiros.

Com o triunfo deste domingo, Hamilton somou o total de 85 vitórias em sua carreira, ficando a apenas 6 do recorde de maior número de vitórias de um mesmo piloto na categoria, que pertence ao alemão Michael Schumacher.

Esta foi a primeira vitória do atual campeão na temporada 2020, pois no GP de estreia, também disputado na Áustria, a primeira posição ficou com o finlandês Bottas.

Após a vitória, Hamilton elogiou muito o trabalho da sua equipe: “A equipe fez um trabalho fantástico com sua estratégia. Estou muito agradecido por estar de volta em primeiro lugar (…). Este é um grande passo adiante”.

Contudo, mesmo com a vitória deste domingo, Hamilton não conseguiu tomar a primeira posição da classificação geral de Bottas, que em duas corridas já tem uma vitória e um segundo lugar, enquanto o inglês soma uma vitória e uma quarta posição.

A próxima etapa da temporada será o GP da Hungria, disputado no circuito Hungaroring no dia 19 de julho (próximo domingo).


Por Redação Esporte Jundiaí - Âgência Brasil
Foto: Divulgação - F1