As duas últimas rodadas da primeira fase do Campeonato Paulista não poderão ser disputadas no interior. A maioria das cidades está classificada em zona vermelha, de acordo com o Plano São Paulo.

O Ituano lamentou não poder atuar no estádio Novelli Júnior, na cidade de Itu. Mas ficou extremamente satisfeito que as suas duas partidas, curiosamente, serão disputadas no Canindé, campo da Portuguesa.

Na quarta-feira (22), às 16h30, no mando do Ituano, o duelo com a Ferroviária será no Canindé. Depois, no domingo (26), 16 horas, no mando do Santo André, o confronto também foi marcado para o campo da Portuguesa, que está com gramado espetacular.

Historicamente o campo da Portuguesa sempre foi considerado a segunda casa do Ituano por causa do retrospecto positivo. Desde 1991, quando o Galo de Itu jogou pela primeira vez no estádio Osvaldo Teixeira Duarte, o retrospecto é positivo. Em 18 jogos no Canindé, o aproveitamento é de 61%, com 10 vitórias, 3 empates e 5 derrotas. Marcou 34 gols e sofreu 25.

Foram nove jogos no Paulista, quatro na Copa Paulista, quatro na Série B e um na Copa do Brasil de 2015, vitória do Ituano por 2 a 1. Foram 17 jogos contra a Portuguesa e um contra o Barueri na Copa Paulista também em 2015. Outra vitória do Ituano, desta vez por 3 a 1.

O primeiro jogo no estádio foi em 25 de agosto de 91 e o Ituano venceu por 2 a 0, gols de Barbieri e Amaral. O último jogo foi em 19 de agosto de 18 pela Copa Paulista. Empate em 1 a 1, gol de Correa. Deste time da última partida no Canindé, estão no elenco atual o capitão Correa, goleiro Júnior, zagueiros Mateus, Fellipe, e o volante Serrato.

Por Redação Esporte Jundiaí
Foto: Divulgação