Segundo publicação na página Jornada Esportiva no Facebook, Marília e Linense desejam o retorno da Série A3 do Campeonato Paulista. Ambos estão se organizando embora a Federação Paulista de Futebol não tenha definido um calendário para a retomada.

O MAC é tão a favor da volta, que deseja que seja imediata. Segundo o Jornada Esportiva o clube deve encaminhar a FPF uma solicitação de reinício dos treinos, entre os dias 15 e 20 de julho.

Do elenco que vinha disputando a A3, deverão permanecer os goleiros Thiago Moraes, Igor Castro e Felipe Mosquete; o lateral Edu Pina, os volantes Fabrício e Levi; o meia-atacante Kelvy e os atacantes Lucas Formiga e Wellington.

De acordo com o Jornal da Manhã de Marília, a diretoria já acertou 12 pré-contratos com atletas que interessam para a sequência do campeonato, caso isso aconteça. Destes 12 nomes, a reportagem conseguiu descobrir sete. São eles:Júnior Santos, volante Macaé; Maranhão, meia também do Macaé; Everaldo Potiguar, lat. dir. do PSTC/PR; Léo Couto, também do PSTC/PR; Cristiano, zagueiro do Goiânia; Mossoró, meia do Novo Hamburgo; e Alisson Mira, centro avante, também do Novo Hamburgo. Também está aberta a negociação com o zagueiro Caio César, do Boa Esporte.

O Marília, ocupava a penúltima colocação e a zona de rebaixamento quando o campeonato foi paralisado.

O Linense está um pouco mais cauteloso, mas também está preparado para o retorno, caso aconteça.

Ao contrário do Noroeste, que suspendeu suas atividades por tempo indeterminado, o presidente do Linense, Leandro Asato, optou em apenas reduzir gastos. Em entrevista ao programa "Debate Bola", o mandatário do elefante considera inviável que os clubes arquem sozinhos com as despesas do protocolo de saúde, que exige testagem dos atletas.

Segundo ele, as equipes têm mais duas cotas de R$ 62 mil para receber. Sem este aporte, a saída foi incluir alguns jogadores no plano do governo federal e a renegociação dos salários com outros.

Os contratos dos jogadores trazidos para o Paulista A3 venceram, mas o presidente confia no retorno da maioria. Léo Torres, Thiago Humberto, Felipe ( que tem contrato até o final do ano, deverão permanecer. Outros que interessam para uma retomada são Joãozinho, Táira e Islã. O goleiro Vinícius, o volante Teco e Fábio Júnior também têm contratos longos.

O volante PC retornou a Lins para continuar o tratamento da lesão do joelho. Ricardinho terá de ser operado. Os jovens Mayki, Netinho, Diego, João Duarte e Prata também têm contratos mais duradouros e interessam.

Por Redação Esporte Jundiaí /// Foto: Divulgação