PUBLICIDADE

Sem rádio in loco. FPF e entidades definem protocolo para imprensa na A1

PUBLICIDADE


A Federação Paulista de Futebol, em comum acordo com os clubes participantes do Campeonato Paulista Série A1, Aceesp (Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo), Arfoc (Associação de Repórteres Fotográficos e Cinematográficos no Estado de São Paulo) e Aceisp (Associação dos Cronistas Esportivos do Interior do Estado de São Paulo), definiu o Protocolo de Imprensa, que integra o Protocolo de Operação de Jogo para a conclusão da competição. Apenas profissionais de imprensa dos clubes e dos detentores de direitos de transmissão poderão adentrar nos estádios na reta final do Paulistão. Por exemplo, emissoras de rádio não farão jogos in loco, já que nenhuma é detentora de direitos de transmissão.

O documento, segundo a FPF, foi analisado e aprovado pelo Governo do Estado de São Paulo, e foi elaborado prevendo o menor número possível de profissionais necessários para a realização das partidas.

Seguindo determinações dos órgãos de saúde, e priorizando saúde e segurança dos profissionais envolvidos nos jogos, as 24 partidas serão realizadas com a presença apenas dos detentores dos direitos de transmissão, com equipes reduzidas, para evitar aglomerações e minimizar riscos de contaminação.

Por essa razão, clubes e FPF informaram que se comprometeram a oferecer aos veículos de comunicação conteúdos em textos, fotos, vídeos e entrevistas coletivas e exclusivas, a fim de garantir a todos condições para a cobertura jornalística da reta final da competição.

Por Thiago Batista
Sem rádio in loco. FPF e entidades definem protocolo para imprensa na A1 Sem rádio in loco. FPF e entidades definem protocolo para imprensa na A1 Reviewed by Thiago Batista de Olim on 12:21 Rating: 5
PUBLICIDADE