O Atlético-GO anunciou Vagner Mancini, ex-Paulista, no último dia 25. Entretanto, somente nesta quarta-feira (8) o técnico foi oficialmente apresentado. O Dragão estava sendo comandado por Eduardo Souza, técnico da comissão permanente da equipe, desde a saída de Cristóvão Borges, no final de fevereiro deste ano.

Recém-chegado a Goiânia, o técnico disse que irá morar no CT do Dragão. “A pandemia também pesou, mas minha opção de morar no CT é porque eu queria o mais rápido possível ter a leitura do que acontece no clube. Nada melhor do que viver no lugar onde é nosso dia a dia. Meu trabalho depende dos atletas, dos funcionários, da coletividade. Pensei na primeira vez que vim a Goiânia, de carro. Tive tempo para pensar na estrada e propor isso ao Adson [presidente do clube]. Ele achou interessante porque aqui posso acelerar alguns processos que eu perderia tempo se tivesse de ficar me deslocando do CT para outro lugar”, pontuou Mancini.

Mancini se destacou no cenário nacional como técnico em 2005, quando levou o Paulista à conquista da Copa do Brasil. Posteriormente, passou por clubes como Grêmio, Vitória, Santos, Cruzeiro, Chapecoense, São Paulo e, mais recentemente, Atlético-MG. Em suma, comandou o Galo em 13 jogos no Campeonato Brasileiro de 2019 e conseguiu 43,58% de aproveitamento. Sendo assim, foram quatro vitórias, cinco empates e quatro derrotas.

Por Thiago Batista
Foto: Divulgação - Atlético Clube Goianiense