Vice-presidente do Marília, Alysson Alex Souza falou sobre os bastidores da reunião que definiu a retomada do Campeonato Paulista da Série A3, competição onde está o Paulista. O mandatário do MAC revelou que o cancelamento do rebaixamento sequer foi debatido, mas dois clubes se posicionaram contra o retorno da competição, entre eles um arquirrival do clube.

“Esse tema (rebaixamento) não foi debatido. O que existiu foi duas equipes que bateram muito na tecla do campeonato não voltar: o Noroeste e o Olímpia”, disse em entrevista à TV Canal 4 de Marília.

Os clubes e a Federação irão protocolar junto ao governo estadual a intenção de retornar as atividades no dia 10 de agosto, com testes de Covid-19, exames médicos, testes clínicos, físicos e fisiológicos. Assim, os atletas voltariam aos treinos no dia 17 de agosto e o campeonato seria reiniciado em 20 de setembro, com pouco mais de um mês de preparação.

“O representante do Noroeste, acho que o presidente em exercício (Leandro Palma, o Lelê), percebi ele em uma situação muito incômoda. Lá eles estão passando por uma situação extremamente difícil. Todo o planejamento e os investimentos que fizeram parecem que com a pandemia foram embora e eles estão com a língua de fora. Quero acreditar, como diz no futebol, que isso não foi migué, até porque ninguém precisa disso”, afirmou.

Enquanto o Marília já tem mais de 20 atletas com pré-contrato, o Noroeste ainda não anunciou sequer a permanência do técnico Luiz Carlos Martins.

Curiosamente dentro de campo a situação é inversa: o Norusca é líder e já classificado aos playoffs de forma antecipada, já que soma 26 pontos. O Marília é o vice-lanterna, dentro da zona de rebaixamento, com 11 pontos.

Por Redação Esporte Jundiaí