Palmeiras e Athletico Paranaense fizeram disparadamente uma das piores partidas do futebol brasileiro neste século. Em jogo de horrível qualidade, onde quem dormiu ou tirou uma soneca, não perdeu absolutamente. Exceto nos acréscimos do segundo tempo, quando Raphael Veiga marcou o gol da vitória do alviverde (1 a 0), nesta quarta-feira (19), na Arena da Baixada. Foi a 1ª vitória do Verdão no Brasileirão.

 

A partida foi tão ruim que foi registrada apenas três finalizações certas ao gol na partida – todas do Palmeiras, sendo duas na etapa final.

 

Foram 16 finalizações no total – 6 do Athletico e 10 do Palmeiras, sendo 13 erradas, mostrando a qualidade ruim da partida. Nenhum dos dois times teve mais de 85% de precisão no passe.

 

Antes do gol, dois lances de destaque da partida ocorreram no segundo tempo. O Palmeiras chegou a marcar um gol com Lucas Lima, corretamente anulado pela arbitragem, pois na origem da jogada o atacante Rony estava impedido.  O Furacão mandou uma bola na trave com Pedrinho (que nas estatísticas não deve ser contado como chute ao gol).

 

Só que no futebol o jogo somente acaba quando termina. E nos acréscimos do segundo tempo, em uma jogada de lateral, a bola sobrou para Raphael Veiga, que bateu firme dentro da área para marcar contra o seu ex-clube.

 

O Palmeiras com êxito chega 5 pontos no Brasileirão, enquanto o Athletico para nos 6 pontos. Ambos estão entre os 8 melhores da competição neste momento. Na próxima rodada, no domingo (23), às 16h, o Palmeiras enfrenta o Santos no Morumbi; e no mesmo horário o Athletico encara o Fluminense em Curitiba.

 

Por Thiago Batista

Foto: Divulgação