A Federação Paulista de Atletismo (FPA) divulgou neste sábado (22) o protocolo com as recomendações médicas para realização de corridas de rua e eventos correlatos no estado de São Paulo, considerando a pandemia causada pelo novo coronavírus. O documento tira a possibilidade do corredor em usar máscara, caso tenha feito algum tipo de exame para detecção da covid-19 até 72 horas antes do evento, dando negativo o seu resultado.

 

“Todos os competidores e demais presentes devem usar máscara, durante todo o período do evento, mantendo distanciamento mínimo interpessoal obrigatório de 2 metros, no período prévio à corrida, durante a competição, na dispersão pós evento, assim como na área de premiação. Deve ser realizada a troca da máscara toda vez que estiver muito úmida, descartando as já utilizadas em lixeiras próprias, disponibilizadas e identificadas pela organização” descreve o documento.

 

“Para os competidores que apresentarem à organização testes de RT-PCR e IgM para covid-19, realizados até 72 horas antes do evento, sendo ambos negativos, será autorizada a retirada da máscara, após a largada, podendo competir sem esse acessório, voltando a colocar nova máscara depois de encerrar o percurso.  Competidores que tiverem RT-PCR positivo, mas com histórico de ter contraído a covid-19 há mais de 14 dias, devem apresentar atestado médico informando sobre essa situação e liberando o atleta a participar do evento. Nesse caso, o corredor poderá retirar a máscara, após a largada, voltando a colocar esse acessório depois de encerrar o percurso”, completa uma parte do documento.

 

“Atletas com histórico de covid-19 curada estarão autorizados a retirar a máscara, na largada, sem a necessidade de apresentação de testes (RTPCR e IgM), desde que tragam atestado médico informando sobre essa situação e liberando o competidor a participar do evento. Após encerrado o percurso, o corredor deverá colocar novamente uma máscara (...) para os demais atletas, sem a testagem prévia ou sem o atestado médico supracitados, o uso de máscara durante a corrida é obrigatório”, finaliza o protocolo da FPA.

 

Visando a preservação da saúde, redução da proliferação do vírus e, em obediência ao Decreto Estadual/SP 64.881, de 22/03/2020 e Decretos Municipais, a Federação Paulista de Atletismo (FPA) suspendeu todas as competições esportivas por ela promovidas e homologadas, tanto as de pista e campo, quanto às corridas de rua ainda em março.

 

A proposta tem seis grupos, contendo medidas que ofereçam, segundo a entidade, adequada proteção aos praticantes e demais envolvidos nos ambientes compartilhados, que são comunicação e informação; higienização e descontaminação; medidas de proteção individual; medidas de proteção coletiva; adequação dos locais e formas de prática para competição e área médica e atendimento do pré-hospitalar de urgência e emergência.

 

O protocolo na integra pode ser acessado neste link: https://atletismopaulista.com.br/wp-content/uploads/2020/08/resolu%C3%A7%C3%A3o-04-2020-FPA-SBMEE.pdf .

 

Por Thiago Batista