A bicicleta de Diego Carlos, ex-zagueiro do Paulista, em lance que garantiu o título da Liga Europa ao Sevilla, ficará para sempre na memória dos torcedores espanhois, mas não oficialmente na súmula do jogo.

 

A Uefa, organizadora do torneio, "tirou" o gol do zagueiro brasileiro e anotou contra para Romelu Lukaku. O atacante belga desviou a trajetória do chute e contribuiu para que a bola entrasse, por isso o gol foi registrado para ele.

 

Se Lukaku não foi feliz, o lance transformou Diego Carlos em herói. O zagueiro tinha cometido um pênalti logo no começo da final, convertido pelo próprio artilheiro da Inter de Milão, e depois a falta que originou o segundo gol marcado por Godin, e depois se redimiu com o tento de bicicleta.

 

A torcida do Sevilla não liga com a mudança da Uefa, já que o caneco veio mesmo assim. Foi o sexto título de Liga Europa da equipe espanhola, que jamais perdeu uma decisão do torneio e abre três títulos de diferença para Inter de Milão, Juventus, Liverpool e Atlético de Madrid, que são os segundos maiores vencedores da competiçaõ.

 

Por Thiago Batista

Foto: Divulgação